1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Primeiro-ministro francês apresenta renúncia do governo

Manuel Valls entrega renúncia de seu gabinete ao presidente Hollande, que o pede para formar novo governo até terça-feira. Medida é anunciada após crítica do ministro da Economia à política econômica francesa.

default

Presidente Hollande (esq.) e premiê Valls

Apenas cinco meses após tomar posse, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, apresentou a renúncia de seu gabinete ao presidente François Hollande, segundo informou o gabinete presidencial nesta segunda-feira (25/08), em Paris. Hollande pediu a Valls que apresente nesta terça-feira uma nova equipe de governo.

"O chefe de Estado pediu-lhe para constituir uma equipe coerente com as orientações que ele definiu para o nosso país", informou o gabinete presidencial. O comunicado não citou motivos.

Entretanto, a medida foi anunciada após o ministro da Economia, Arnaud Montebourg, ter criticado no fim de semana a política econômica do governo francês, o que teria irritado Valls. Embora o premiê não tenha reagido ele mesmo, membros de sua equipe declararam que Montebourg teria "passado dos limites".

Montebourg afirmou que as medidas de redução de deficit implementadas desde a crise financeira de 2008 minaram as economias da zona do euro e pediu aos governos para mudarem de curso se não quiserem perder seus eleitores para partidos populistas ou extremistas.

Crise econômica

O ministro francês das Finanças, Michel Sapin, admitiu este mês que o fraco crescimento da economia deve fazer com que a França não alcance sua meta de redução do deficit para este ano, mas ressaltou que o governo vai continuar a cortar o deficit "a um ritmo adequado".

A fraqueza da economia foi um fator importante para a queda de aprovação de Valls, que baixou para a marca de 36% neste mês, enquanto Hollande continua a ser o presidente mais impopular em mais de meio século, segundo uma pesquisa do Instituto Francês de Opinião Pública (Ifop), divulgada neste domingo.

Valls foi nomeado para liderar o governo numa reforma de gabinete realizada em março, logo após o governo socialista ter sofrido duras derrotas em eleições regionais francesas.

MD/rtr/lusa/afp

Leia mais