1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Presos alemães dos talibãs retornam para casa

Retornam à Alemanha os quatro membros da organização Shelter Now acusados de tentar propagar o cristianismo no Afeganistão.

default

As alemãs Katrin Jelinek e Margrit Stebner foram libertadas no Afeganistão

Os quatro alemães que estavam presos no Afeganistão retornaram neste domingo (18) para casa. Ao desembarcarem no aeroporto de Frankfurt, foram recebidos com flores pelos familiares e membros da ONG de ajuda ao desenvolvimento Shelter Now.

O diretor alemão da organização, Udo Stolte, afirmou que eles haviam embarcado em Dubai, que chegaram em bom estado físico e psicológico e que serão deslocados para local não revelado, para garantir seu descanso, provavelmente por 10 a 14 dias.

Os alemães haviam sido presos pelos talibãs junto com outros quatro estrangeiros da organização Shelter Now, sob a acusação de propagarem o cristianismo, sob acusação de propagarem o cristianismo no país dos mulás. Tratou-se de Silke Dürrkoph, de 36 anos, Katrin Jelinek , 29, Margrit Stebner, 43, e Georg Taubmann, de 45, mais as norte-americanas Heather Mercer e Dayna Curry, a australiana Diana Thomas e seu compatriota Peter Bunch A acusação baseava-se no achado de duas bíblias encontradas em poder dos ocidentais. Eles estavam sujeitos a vários anos de prisão ou inclusive à pena de morte.

Missão no Afeganistão vai prosseguir

O julgamento em Cabul havia começado em setembro. Com o início dos bombardeios, seu paradeiro ficou desconhecido. O governo alemão e a própria organização não revelaram maiores detalhes do resgate dos oito presos. Notícias não confirmadas por fontes oficiais na Alemanha especularam que a libertação envolveu soldados norte-americanos.

O representante alemão da Shelter Now agradeceu aos governos da Alemanha e dos Estados Unidos ao apoio em "todos os níveis". Udo Stolte garantiu ainda que sua organização prosseguirá a missão caritativa no Afeganistão e que os quatro voluntários soltos já pensam em retornar àquele país, "que justamente agora necessita de ajuda".

  • Data 18.11.2001
  • Autoria Roselaine Wandscheer
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1O2i
  • Data 18.11.2001
  • Autoria Roselaine Wandscheer
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/1O2i