Preso último suspeito de planejar ataques na Rio 2016 | Leia notícias sobre o maior evento esportivo do planeta | DW | 25.07.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Jogos Olímpicos

Preso último suspeito de planejar ataques na Rio 2016

Homem foi detido no Mato Grosso e será levado a presídio federal. Outras 11 pessoas foram alvo da Operação Hashtag, cujo objetivo era deter grupo de brasileiros que suspostamente planejava atentados nos Jogos Olímpicos.

O último integrante do grupo que supostamente planejava ataques durante os Jogos Olímpicos do Rio foi preso por policias militares neste domingo (24/07) em Comodoro, no Mato Grosso.

A prisão de Leonid El Kadre de Melo, a poucos dias do início dos Jogos, foi efetuada a pedido da Polícia Federal (PF) como parte da Operação Hashtag, que já tinha sob custódia 11 suspeitos de associação com terrorismo.

Assim como os demais, Melo será levado ao presídio federal de segurança máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O local abriga presos de alta periculosidade, como o traficante Fernandinho Beira-Mar.

Segundo a PF, os integrantes do grupo trocavam informações sobre como construir bombas e chegaram a afirmar que aos Jogos Olímpicos seriam uma oportunidade de chegarem ao paraíso.

Melo, que tem o nome de batismo islâmico Abu Khalled, já cumpriu pena de seis anos de prisão por roubo e homicídio. Ele morava na cidade mato-grossense de Vila Bela da Santíssima Trindade e vivia de trabalhos esporádicos como pedreiro.

A operação da PF investiga a possível participação dos 12 brasileiros numa organização criminosa de alcance internacional, como uma célula do "Estado Islâmico" (EI).

RC/ots

Leia mais