1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Presidente da Ucrânia dissolve Parlamento e convoca eleição

Poroshenko convoca eleições antecipadas, apoiadas por 80% da população. Medida faz parte de plano para a paz no leste do país, justifica o líder.

default

"As eleições parlamentares antecipadas fazem parte do meu plano de paz", anunciou Poroshenko

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, dissolveu nesta segunda-feira (25/08) o Parlamento, convocando eleições antecipadas para 26 de outubro. O anúncio veio poucas horas antes de um aguardado encontro entre o líder ucraniano e o presidente russo, Vladimir Putin, nesta terça-feira em Minsk, capital de Belarus.

"As eleições parlamentares antecipadas fazem parte do meu plano de paz", anunciou Poroshenko. O elemento-chave é o diálogo político com os separatistas pró-Rússia, completou.

Com a dissolução do Parlamento, Poroshenko cumpriu uma de suas promessas de campanha das eleições presidenciais de maio deste ano. Pesquisas mostram que 80% dos ucranianos apoiam eleições antecipadas. "O pleito é a mais poderosa arma para os cidadãos defenderem seu país", afirmou o presidente.

Poroshenko disse que a decisão está de acordo com a Constituição, já que não se conseguiu formar uma coalizão. O presidente também justificou a decisão dizendo que alguns dos atuais deputados são "partidários da rebelião separatista e favoráveis à língua russa na Ucrânia meridional e oriental".

Nas últimas semanas, as forças ucranianas conseguiram vários avanços na luta contra os separatistas pró-Rússia no leste do país, retomando o controle de cidades e vilarejos que estavam nas mãos dos rebeldes desde abril, quando os conflitos começaram.

Os combates entre forças pró-Rússia e forças leais a Kiev já fizeram mais de 2.200 mortos em quatro meses, milhares de feridos e centenas de milhares de deslocados e refugiados, segundo estimativas da ONU.

LPF/ap/dpa/lusa

Leia mais