1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Presidente alemão enfatiza valores democráticos em cerimônia em Berlim

No Dia de Luto do Povo, Gauck lembra as vítimas dos atentados de 13 de Novembro em Paris e fala de uma nova forma de guerra: "Jamais nos curvaremos diante do terrorismo".

default

Presidente da Alemanha, Joachim Gauck, durante discurso no Bundestag

Na cerimônia central do Volkstrauertag, o Dia de Luto do Povo, neste domingo (15/11), o presidente da Alemanha, Joachim Gauck, lembrou as vítimas dos atentados de 13 de Novembro em Paris e apelou aos valores democráticos.

"A comunidade dos democratas é mais forte do que a Internacional do ódio. Nós curvamos a cabeça diante dos mortos, mas nunca nos curvaremos diante do terrorismo", disse o chefe de Estado no Bundestag (câmara baixa do Parlamento alemão), em Berlim.

"Diante da devastação e da morte, no momento da aflição e do luto, nós sentimos junto com nossos vizinhos do outro lado do rio Reno." Na série de ataques orquestrados na capital francesa, na sexta-feira, pelo menos 129 pessoas foram mortas e 352 ficaram feridas. A organização terrorista "Estado Islâmico" (EI) reivindicou a autoria dos atos.

Os atentados se dirigiram contra a França, mas também contra a sociedade livre, o modo de vida dos livres e dos iguais, na Europa e no resto do mundo, prosseguiu Gauck. Para ele, os crimes de Paris foram "uma nova forma de guerra".

"Há anos sabemos que os conflitos marciais estão chegando mais perto de nós", apontou: trata-se de terroristas que, em nome de um fundamentalismo islâmico, conclamam à luta contra os democratas, contra valores universais e contra os muçulmanos que não acatarem sua ideologia bárbara.

O presidente também recordou os alemães caídos em missões militares no exterior. "Nosso pesar se dirige aos soldados, mas, da mesma forma, também aos policiais e voluntários de projetos de desenvolvimento que morreram em operações no exterior."

Antes da cerimônia, juntamente com representantes do Bundestag, do Bundesrat (câmara alta do Parlamento), do governo, do Tribunal Constitucional e do Exército alemão, Gauck depositara coroas de flores na Neue Wache, o Memorial Central da República Federal da Alemanha, situado na capital.

O Dia de Luto do Povo teve origem em 1922 e, após a Segunda Guerra Mundial, foi reinstituído em 1952. Nele se homenageiam os mortos de ambas as guerras mundiais, assim como as vítimas do nazismo.

AV/dpa/epd/afp

Leia mais