1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Presidente alemão assegura que Berlim não quer impor sua vontade à Europa

Joachim Gauck pediu que Reino Unido fique na UE e que europeus fortaleçam união através de seus valores comuns. Segundo o chefe de Estado, bloco passa não só por problemas financeiros, mas por "crise de confiança".

Nesta sexta-feira (22/02), o presidente da Alemanha, Joachim Gauck, apelou ao Reino Unido para que permaneça na União Europeia, e assegurou que Berlim não quer ter um papel de domínio no bloco.

Falando diante de 200 convidados, ele disse que a UE não somente está passando por problemas financeiros, mas enfrenta "uma crise de confiança". O chefe de Estado pediu uma reavaliação que torne possível uma maior união do bloco.

Comunidade de valores comuns

Em um discurso televisionado ao vivo, em que definiu a sua visão para o continente, Joachim Gauck, um ex-pastor luterano e ativista de direitos humanos na Alemanha Oriental, exortou o povo a olhar para além da crise da zona do euro e das convulsões políticas, e a ver a Europa como uma comunidade de valores comuns.

O presidente também comentou os temores sobre o papel na EU da Alemanha reunificada, economicamente poderosa, dizendo que nenhum político em Berlim busca impor a visão alemã sobre o continente.

"Preocupa-me que o papel da Alemanha na Europa aparentemente cause ceticismo e desconfiança em alguns países", disse Gauck. Em Estados como a Grécia e a Espanha, manifestantes culpam a chanceler federal alemã, Angela Merkel, pelas políticas de austeridade que consideram como causadoras de ainda mais recessão nas economias nacionais.

Alemanha europeia

Grundsatzrede von Bundespräsident Gauck zu Europa

Joachim Gauck discursou para cerca de 200 convidados

"Garanto a todos os cidadãos em nações vizinhas: não vejo ninguém dentro da classe política do país a favor de uma imposição da vontade alemã. Do fundo de minha convicção, posso dizer: na Alemanha, 'mais Europa' não significa uma Europa alemã. Pelo contrário, significa, para nós, uma Alemanha europeia", acrescentou Gauck.

Em mensagem dirigida ao Reino Unido – cujo primeiro-ministro conservador, David Cameron, anunciou planos para um futuro referendo sobre a manutenção da filiação do país à UE – Gauck afirmou: "Queremos que vocês permaneçam conosco. Precisamos de sua experiência como o país com a mais antiga democracia parlamentar, suas tradições, sua sobriedade e sua coragem", acrescentou, durante o discurso proferido na residência presidencial, o Palácio Bellevue em Berlim.

O presidente tem, na Alemanha, pouco poder político, mas goza de influência moral. Discursos de antecessores, como Roman Herzog e Richard von Weizsäcker, em pontos críticos da história, provaram ser muito influentes na formação da consciência e da identidade alemãs.

MD/rtr/dpa
Revisão: Augusto Valente

Leia mais