1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Prêmios Nobel da Paz pedem libertação de Leopoldo López

No Parlamento da Venezuela, Óscar Arias e Lech Walesa defendem a liberdade de presos políticos. Ex-presidentes participam de cerimônia realizada exatamente dois anos após Lopéz se entregar para as autoridades.

default

Walesa e Arias discursaram em Parlamento da Venezuela

Dois ganhadores do Prêmio Nobel da Paz, o ex-presidente da Costa Rica Óscar Arias e o ex-presidente da Polônia Lech Walesa, defenderam nesta quinta-feira (18/02) a libertação do líder oposicionista venezuelano Leopoldo López, durante uma sessão especial no Parlamento da Venezuela, em Caracas. O evento foi promovido para apoiar opositores que estão presos.

López foi preso em 2014 e condenado a quase 14 anos de prisão por incitação à violência durante uma marcha contra o governo de Nicolás Maduro. Arias afirmou que a liberdade do líder da oposição e de presos políticos é necessária para "que a Venezuela possa voltar a ser chamada de uma democracia que respeita os direitos humanos".

O ex-presidente lamentou a situação social que o país enfrenta com o aumento da pobreza e condições de vida que "não podem ser qualificadas como dignas". Arias criticou ainda a posição do governo ao responsabilizar fatores externos pela crise que assola o país.

"É cinismo falar sobre conspiração internacional, guerra econômica, inflação induzida e sabotagem do setor privado a testemunhas dos erros e abusos cometidos pelas autoridades", ressaltou Arias.

Walesa defendeu a união do povo venezuelano e questionou o motivo pelo qual o país não está fazendo proveito de suas riquezas. O ex-presidente polonês ressaltou que esse não é o momento de buscar culpados e afirmou que a Venezuela precisa promover um encontro entre seus dirigentes.

A sessão especial convocada para apoiar os presos políticos marcou o aniversário de dois anos de quando Lopéz se entregou para as autoridades, em 18 de fevereiro de 2014.

CN/dpa/efe

Leia mais