1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Portugal x Holanda tem clima de vingança e recordes em jogo

Equipe treinada por Felipão busca marca histórica da "era Eusébio" e tenta manter hegemonia sobre o rival; holandeses querem revanche da Euro 2004 em duelo jamais visto em Copas do Mundo.

default

Felipão, o comandante

Não é apenas pelo fato de o confronto entre Portugal e Holanda ser inédito em uma Copa do Mundo que o jogo das 21 horas (16h de Brasília) deste domingo (25/6), em Nurembergue, pelas oitavas-de-final, é projetado como um dos melhores do torneio até agora.

Com força máxima, as duas equipes buscam algo além da vaga nas quartas-de-final. De um lado, os portugueses tentam igualar a marca histórica da "era Eusébio", que há 40 anos estabeleceu a seqüência de quatro vitórias seguidas na Copa.

De quebra, Portugal manteria a sua série invicta de 17 jogos desde fevereiro do ano passado, e Luiz Felipe Scolari atingiria, como técnico, a marca de 11 vitórias seguidas em Mundiais e de 30 pela equipe lusa.

Outro fato empurra os portugueses. Os atuais vice-campeões europeus perderam apenas uma vez para a Holanda em um histórico de nove partidas – foram cinco vitórias e três empates além do revés.

Por outro lado, o time comandado pelo ex-jogador Marco van Basten tenta se vingar da eliminação na Euro 2004, quando levou 2 a 1 de Portugal na semifinal. "Vai ser um jogo diferente, mas eu espero ser útil e ganhar esta partida. Jogaremos para isso", disse o jovem craque Robben.

"Não acho que exista vantagem de nenhum lado. As equipes são bem parecidas, bem equilibradas. E eu aposto em um jogo difícil, com poucos gols e decisão no final. Talvez na prorrogação ou pênaltis", emendou Scolari.

PORTUGAL x HOLANDA

Data: 25/06/06 (Domingo)
Local: Franken-Stadion, em Nurembergue

Horário: 21h (16h de Brasília)
Árbitro: Valentin Ivanov (Rússia)
Assistentes: Nikolay Golubev e Evgueni Volnin (ambos russos)

Prováveis escalações:
Portugal
Ricardo; Miguel, Fernando Meira, Ricardo Carvalho e Nuno Valente; Costinha, Maniche, Deco e Figo; Cristiano Ronaldo e Pauleta
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Holanda
Van der Sar; Boulahrouz, Ooijer, Mathijsen, Van Bronckhorst; Van Bommel, Sneijder, Cocu e Van Persie; Van Nistelrooy e Robben
Técnico: Marco Van Basten