1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Portugal e Angola fazem jogo entre desiguais

Confronto de língua portuguesa em Colônia reúne o vice-campeão europeu, de craques como Figo e Deco, e a equipe africana, que vem de três derrotas em amistosos e não possui jogadores de grande expressão.

default

Técnico Gonçalves (c) comanda os 'antílopes negros' e tem na zaga seus maiores problemas

De um lado a ex-colônia, cujos jogadores atuam, em parte, em times da Segunda Divisão da antiga sede do reino; do outro lado, o vice-campeão europeu, cheio de craques que atuam em alguns dos principais clubes da Europa. O jogo entre Angola e Portugal não é apenas uma disputa entre ex-colônia e ex-metrópole, entre dois países de língua portuguesa, mas também um confronto entre desiguais.

"Temos respeito, mas não temos medo", afirma Loco, atacante de Angola. Já para o seu colega de equipe Delgado, os jogadores têm uma motivação extra para enfrentar Portugal. "Para muitas pessoas no nosso país, uma vitória significaria mais do que apenas três pontos."

Três derrotas

Angola se tornou independente de Portugal em 1975. Depois da independência, vieram 27 anos de guerra civil. Hoje, mesmo em paz, o país sofre com problemas sociais e econômicos. Uma vitória dos "antílopes negros" seria um momento de alegria para a população angolana.

Mas essa não é uma perspectiva muito realista, e não apenas porque a seleção africana enfrentará o atual vice-campeão europeu. Angola foi derrotada em seus três amistosos preparatórios para a Copa, contra a Argentina, a Turquia e os Estados Unidos. Principalmente a fraca defesa é uma preocupação para o técnico Luis Oliveira Gonçalves.

Invicto

WM Fußball Portugal Trainer Luiz Felipe Scolari

Scolari, sem perder há 14 jogos

Portugal, por sua vez, está invicto há 14 jogos e é, para muitos analistas esportivos, uma espécie de favorito secreto ao título. Não apenas por contar com jogadores do nível de Figo, Deco e Cristiano Ronaldo, mas também pelo trabalho do técnico Luiz Felipe Scolari, campeão mundial em 2002 com a seleção brasileira e especialista em mata-matas.

Felipão tem demonstrado respeito ao adversário. "Todos estão um pouco nervosos, inclusive eu", afirma, ao falar sobre o jogo de estréia. "O confronto entre duas seleções que falam a mesma língua e possuem uma relação tão próxima é sempre uma partida importante."

Deco e Figo

O técnico brasileiro diz considerar o seu time bem preparado e pretende escalar todas as suas estrelas na estréia. Isso inclui o astro do Barcelona Deco, ainda não bem recuperado de uma leve lesão. Pelos cálculos de Scolari, seis pontos (duas vitórias) podem não ser suficientes para garantir uma vaga nas oitavas-de-final.

Outro astro português é o meia-atacante Figo, que, aos 33 anos, disputa a sua última Copa do Mundo. "Quero ajudar Portugal e acredito que ainda posso fazê-lo", assegura o jogador. Nas palavras de Scolari, Figo está melhor do que nunca. "Ainda melhor do que em 2004."

O jogo será disputado em Colônia, e Portugal deverá reunir a maior torcida. É esperada a presença de 25 mil portugueses no estádio para incentivar a sua seleção.

ANGOLA X PORTUGAL

Data: 11/06/2006
Local: Estádio da Copa de Colônia
Horário: 21h (16h de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)
Auxiliares: Walter Rial e Pablo Fandino (Uruguai)

Angola
João Ricardo; Locô, Kali, Jamba e Marco Abreu; Macanga, Zé Kalanga, Figueiredo, Mendonça e Mateus; Akwa
Técnico: Luis Oliveira Gonçalves

Portugal
Ricardo; Miguel, Ricardo Carvalho, Fernando Meira e Nuno Valente; Costinha, Maniche e Deco; Figo, Cristiano Ronaldo e Pauleta
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia mais