1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Portugal busca empate no minuto final contra os EUA e evita eliminação

Gol aos 49 minutos do segundo tempo mantém portugueses vivos no Mundial, mas em situação complicada. Apesar de frustrante, resultado deixa americanos a apenas um empate de avançar para as oitavas de final.

Foi um gol aos 49 minutos do segundo, que empatou uma partida aparentemente perdida. Mesmo assim, quase ninguém em campo se arriscou a comemorar muito – nem comissão técnica nem jogadores. O 2 a 2 contra os Estados Unidos em Manaus, neste domingo (22/06), evitou a eliminação precoce de Portugal, mas manteve complicadas as suas chances de classificação no Grupo G.

O empate acabou sendo amargo para os dois lados. Para os americanos, por terem até um minuto do fim a classificação para as oitavas de final assegurada. Para os portugueses – e sobretudo para Cristiano Ronaldo – por terem que lidar novamente com a frustração de não vencer nesta Copa.

Com seu craque em mais uma noite apagada, Portugal abriu o placar com Nani, logo aos cinco minutos. Mas sucumbiu ao melhor futebol do adversário e cedeu a virada no segundo tempo, com gols de Jones e Dempsey. O empate saiu com Varela, a um minuto do apito final, num dos raros bons ataques portugueses no jogo.

"Estamos frustrados. Tínhamos que ter vencido o jogo", lamentou Nani, ainda no gramado.

O desânimo dos portugueses se explica. Na rodada final, na próxima quinta-feira, se enfrentam no Recife EUA e Alemanha, que dividem a liderança do grupo com quatro pontos. E um empate classifica as duas seleções. Portugal e Gana, que somam apenas um ponto cada, jogam no mesmo dia em Brasília e precisam vencer e torcer para que haja um vitorioso na outra partida.

"Estamos frustrados. Estávamos a um minuto da classificação. Mas queremos jogar com a Alemanha com a mesma postura mostrada, um ponto basta para nós dois", disse o volante Jermaine Jones.

O jogo

Apesar dos quatro desfalques – Pepe, Fábio Coentrão, Rui Patrício e Hugo Almeida – Portugal começou a partida dando mostras de que não se abalou com a goleada sofrida contra a Alemanha. Logo aos cinco minutos, abriu o placar: após bola cruzada na área, a zaga americana parou, e Nani, sozinho, dominou e estufou as redes do goleiro Howard.

WM 2014 Gruppe G 2. Spieltag USA - Portugal Ronaldo

Cristiano Ronaldo teve nova noite apagada

O panorama, porém, não demorou a mudar, e logo os EUA assumiram o controle do jogo. Aos 12, Dempsey cobrou falta com perigo na entrada da área; aos 23, Bradley chutou de longe, com muito perigo para o gol de Beto; e aos 31, Johnson só não empatou por questão de centímetros, após um chute forte de fora da área.

Com Cristiano Ronaldo sumido do jogo, Portugal tinha dificuldade para criar. Mas antes do intervalo, ainda teve uma boa chance de ampliar. Aos 44, Nani chutou, Howard deu rebote, mas conseguiu se recuperar e, mesmo caído, defender o chute de Éder.

Os americanos voltaram para o segundo tempo pressionando. E logo aos nove minutos desperdiçaram sua até então melhor chance no jogo. No lance, Johnson recebeu passe em profundidade pela direita, invadiu a área e tocou para trás. Sozinho e já com o goleiro Beto batido, Bradley chutou firme, mas o zagueiro Ricardo Costa salvou em cima da linha.

Os EUA então já dominavam a partida. E foram premiados com o gol de empate. Aos 17, Jones aproveitou rebote na entrada da área e chutou forte, no canto esquerdo de Beto, que nem se mexeu. Com o gol, os americanos diminuíram o ritmo. E como Portugal esbarrava em suas próprias limitações, o jogo perdeu velocidade.

WM 2014 Gruppe G 2. Spieltag USA - Portugal Tor

De barriga, Dempsey marca o gol que, até os 49 minutos do segundo tempo, parecia ser o da vitória

Até que Dempsey, numa jogada isolada, conseguiu a virada. Aos 35 minutos, após confusão na área, a bola sobrou para Zusi, que chutou cruzado de esquerda. De barriga, o capitão dos EUA completou para o fundo das redes para fazer o gol que, até então, era o da classificação.

Isso porque, aos 49 minutos, Cristiano Ronaldo cruzou uma bola certeira na cabeça de Varela, que entrara no segundo tempo. O atacante finalizou firme para empatar a partida e manter Portugal vivo na Copa - ainda que por aparelhos.

Ficha técnica

Estados Unidos 2 x 2 Portugal

Local: Arena Amazônia, Manaus

Arbitragem: Nestor Pitana (Argentina), auxiliado por seus compatriotas Hernán Maidana e Juan Pablo Belatti.

Gols: Nani (5'/1T), Jermaine Jones (19'/2T), Clint Dempsey (36'/2T), Silvestre Varela (49'/2T)

Cartões amarelos: Jermaine Jones (29'/2T)

Estados Unidos: Tim Howard; Fabian Johnson, Geoff Cameron, Matt Besler e DaMarcus Beasley; Kyle Beckerman, Jermaine Jones, Michael Bradley, Alejandro Bedoya (DeAndre Yedlin 27'/2T), Graham Zusi (Omar González 45'/2T); Clint Dempsey (Chris Wondolowski 42'/2T). Técnico: Jürgen Klinsmann.

Portugal: Beto; João Pereira, Ricardo Costa, Bruno Alves, André Almeida (William Carvalho 1'/2T); Miguel Veloso, João Moutinho, Raul Meireles (Silvestre Varela 24'/2T); Nani, Cristiano Ronaldo, Hélder Postiga (Eder 15'/1T). Técnico: Paulo Bento.

Leia mais