1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

População curiosa realiza verdadeira corrida ao euro

A moeda comum começou a circular sem problemas em 12 países da União Européia. Alemães já levantaram milhões, esgotando os primeiros caixas automáticos.

default

Muitos bancos abriram suas filiais neste feriado, para abastececer a população com a nova moeda

A maior troca de moeda da história, em curso desde os primeiros minutos deste Ano Novo, supera as expectativas mais otimistas. Não apenas transcorre tudo sem maiores problemas, nos 12 países da União Européia em que o euro entrou em circulação, tornando-se moeda de mais de 300 milhões de habitantes. O interesse e a aceitação da população são motivo de otimismo.

Os alemães levantaram tanto dinheiro, logo depois da meia-noite, que muitos caixas automáticos precisaram ser reabastecidos pela manhã. O movimento nos bancos que estão com as filiais abertas neste feriado é grande.

Só nos 1200 caixas automáticos do Dresdner Bank, tinham sido retirados até o meia-dia desta terça-feira mais de 10 milhões de euros. O Deutsche Bank registrou na primeira meia hora depois da meia-noite 10 mil operações em seus caixas. Os demais institutos bancários também falam de movimento semelhante.

Segundo o Banco Central Europeu, até o meio-dia entre 59 e 85% dos 200 mil caixas automáticos na eurolândia já tinham passado pela adaptação e estavam fornecendo euros em vez das antigas moedas nacionais.

Transição – Não é a necessidade imediata de ter o novo dinheiro vivo em mãos que explica a enorme demanda. Na Alemanha, por exemplo, os clientes podem pagar com o velho marco ainda até 28 de fevereiro. O troco será dado sempre já na nova moeda.

No entanto, diante do enorme interesse inicial pelo euro, o Banco Central Alemão acredita que o marco deixará de circular em questão de algumas semanas. Introduzido em 1948, o marco tornou-se um símbolo do milagre econômico da Alemanha no pós-guerra.