1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Poluição do ar atinge nível crítico em cidades alemãs

Nos primeiros meses do ano, índices registrados já ultrapassaram a quantidade máxima permitida para o ano todo. Poluição vem principalmente de carros.

Nos primeiros quatro meses do ano, o nível de poluição no ar em algumas cidades da Alemanha já atingiu a quantidade máxima permitida para o ano todo. A última medição da Agência Federal do Meio Ambiente (UBA) alemã revelou que a concentração de material particulado na atmosfera aumentou significativamente em 2014.

A União Europeia (UE) estabelece um limite de 50 microgramas por metro cúbico de material particulado em no máximo 35 dias por ano. Segundo a UBA, esse nível de poluição já foi registrado em Stuttgart em 36 dias. Também na capital Berlim a situação crítica se repetiu por 33 dias desses meses de 2014. Frankfurt do Oder (leste da Alemanha) Halle e Leipzig também estão perto do limite.

O material particulado é um conjunto de poluentes que permanecem suspensos no ar devido ao seu tamanho, podendo ser aspirado. Essas partículas são prejudiciais à saúde, podem causar câncer no pulmão e infarto. Segundo a UBA, cerca de 47 mil pessoas morrem na Alemanha anualmente em decorrência de doenças causadas pela poluição do ar.

Um dos principais poluentes são os carros. Essas partículas surgem através de processos de queima em motores, fábricas, sistemas de aquecimento e usinas de energia. Além disso, o desgaste de freio e pneus de automóveis, a criação de animais, a agricultura e processos naturais, como erosão do solo, também contribuem para aumentar o volume da poluição.

Feinstaubmessung Autos Smog Halle Deutschland

Nível está próximo do limite anual em algumas cidades como Berlim e Leipzig

Para o especialista em qualidade do ar da UBA, Arno Graff, o aumento da quantidade de material particulado no ar entre janeiro e abril é normal, devido às condições meteorológicas do período e ao uso do sistema de aquecimento em casas.

Neste ano, porém, diversos eventos contribuíram para elevar ainda mais esse nível, como as emissões de amoníaco provenientes da agricultura, pouca chuva e a poeira do Saara que chegou ao país em abril.

Incentivar a bicicleta

"As medidas descentralizadas para combater a poluição do ar nas cidades não são suficientes para controlar o problema", afirma Jens Hilgenberg, especialista em trânsito da Federação para Meio Ambiente e Proteção da Natureza da Alemanha (Bund).

Organizações ambientais no país exigem que o governo tome medidas para reduzir o trânsito de veículos nas cidades, incentivar o uso de bicicleta e ampliar a malha de ciclovias, estabelecer a obrigatoriedade de filtros para locomotivas movidas a diesel, navios fluviais, máquinas de construção antigas, além de impor regras mais rigorosas para sistemas de aquecimento e lareiras.

Em 2012/2013, a concentração de material particulado no ar nas cidades alemãs foi relativamente pequena, apenas em algumas estações foram medidos níveis acima do limite europeu. Mas em 2010/2011, a poluição ultrapassou o limite estabelecido em 40% das estações.

CN/dpa/afp

Leia mais