1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia turca prende belga suspeito de ligação com ataques em Paris

Homem de 26 anos foi detido com dois sírios em hotel de luxo em Antalya, no sul do país. Autoridades investigam se ele participou de "missão de reconhecimento" para escolher os locais dos atentados realizados em Paris.

Um cidadão belga de origem marroquina foi preso no sul da Turquia por suspeita de ligação com os atentados em Paris, anunciou neste sábado (21/11) a agência de notícias Dogan.

Ahmed Dahmani, de 26 anos, foi detido com dois sírios em um hotel de luxo no balneário de Antalya. Segundo as autoridades turcas, ele chegou ao local no dia 14 de novembro após deixar Amsterdã, na Holanda, e estava se preparando para cruzar a fronteira com a Síria com a ajuda dos dois homens quando foi preso.

Ainda segundo a agência, a polícia da Turquia indicou que Dahmani é suspeito de ter participado de uma missão de reconhecimento em Paris que escolheu os locais dos atentados, entre eles o Stade de France, a casa de shows Bataclan, bares e restaurantes.

"Nós acreditamos que ele estava em contato com os terroristas que cometeram os atentados em Paris. As investigações continuam", afirmou uma fonte policial à agência.

Os dois sírios foram identificados como Ahmet Tahir, de 29 anos, e Muhammed Verdi, de 23, segundo a agência Dogan.

A cidade de Antalya sediou no último fim de semana a cúpula dos chefes de Estado e de Governo do G20, que prometeram reforçar a cooperação na luta contra os extremistas que ocupam parte da Síria e do Iraque.

Nos últimos meses, a Turquia foi acusada de ignorar a passagem de extremistas através do seu território, mas recentemente as autoridades têm feito um esforço para prender suspeitos, especialmente desde o atentado suicida atribuído ao grupo Estado Islâmico (EI) que deixou 103 mortos em frente à estação de trem de Ancara, em 10 de outubro.

JPS/afp/dogan

Leia mais