Polícia prende três suspeitos de ligação com terrorismo em Berlim | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 31.01.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Polícia prende três suspeitos de ligação com terrorismo em Berlim

Imprensa local diz que eles tinham relação próxima com membros do "Estado Islâmico" no Oriente Médio e planejavam viagem para receber treinamento. Mesquita frequentada pelos três, a mesma de Anis Amri, é alvo de buscas.

Mesquita no distrito de Moabit, em Berlim, era frequentada pelos três suspeitos (picture-alliance/dpa/B. von Jutrczenka)

Mesquita no distrito de Moabit, em Berlim, era frequentada pelos três suspeitos

Autoridades alemãs prenderam na noite desta terça-feira (31/01), em Berlim, três homens suspeitos de ligação com o grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI), segundo relata a imprensa local.

Eles teriam 21, 31 e 45 anos, de acordo com agências de notícias internacionais, mas suas nacionalidades não foram confirmadas. O jornal alemão Bild afirma que dois deles tinham residência firmada em Berlim e pelo menos um dos homens era cidadão turco.

Segundo a agência de notícias Reuters, um porta-voz da polícia afirmou que o grupo planejava uma viagem ao Oriente Médio para receber treinamento de combate. Por enquanto, porém, não há indícios de que havia um plano concreto de ataque terrorista na Alemanha.

Segundo o jornal Bild, os três suspeitos tinham relações próximas com membros do EI na Síria e no Iraque e eram visitantes frequentes de uma mesquita no distrito de Moabit, em Berlim.

A mesquita em questão, revistada pela polícia nesta terça-feira sob um mandado de busca, era também frequentada pelo tunisiano Anis Amri. Ele foi o autor do atentado a um mercado de Natal em Berlim em dezembro, que deixou 12 pessoas mortas e outras dezenas feridas.

EK/afp/dpa/rtr/ots

Leia mais