1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia prende suspeitos de ligação com "Estado Islâmico" na Espanha

Detidos são acusados de recrutar jovens para a organização terrorista, além de planejar atentados na Catalunha. Célula é a mesma que enviou brasileiro para a Síria em dezembro.

A polícia espanhola prendeu nesta quarta-feira (08/04) na Catalunha onze suspeitos de estarem ligados ao "Estado Islâmico" (EI). De acordo com as autoridades, oito dos detidos pertenciam a uma célula jihadista que pretendia realizar atentados no país.

Os presos também são acusados de recrutar jovens para a organização terrorista. Os outros três detidos, entre eles uma mulher, são acusados de encobrimento, incitação ao crime de terrorismo e colaboração com uma organização criminosa com fins terroristas. Entre os suspeitos estão cinco espanhóis e um paraguaio convertidos ao islamismo, além de cinco marroquinos.

"O grupo recrutou jovens e os radicalizou. Além de enviar alguns deles para Síria e Iraque e também criar uma célula operacional que estava disposta a promover ataques na Catalunha", disse Ramon Espadaler, ministro do Interior catalão.

Espadaler, no entanto, reforçou que em "nenhum momento" a existência dessa célula representou um perigo, porque ela estava sob vigilância "em todos os momentos".

Cerca 360 agentes da polícia catalã participaram da ação realizada nas regiões de Terrassa, Sabadell, Barcelona, Sant Quirze del Vallès e Valls. Essa célula foi a que tentou enviar três jovens para a Síria, em dezembro. Os jovens, entre eles um brasileiro, foram detidos na Bulgária, durante a viagem para se unir aos extremistas em território sírio.

A célula também enviou um jovem combatente para o Iraque. Cerca de 100 espanhóis são suspeitos de terem se unido a facções jihadistas no Iraque e na Síria.

CN/lusa/afp/ap/rtr

Leia mais