1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia prende quatro por ligação com ataques de Paris

Um dos detidos teria envolvimento com sequestrador de mercado judaico, Amedy Coulibaly, que matou cinco pessoas. Namorada do suspeito, policial convertida ao islã, também foi presa.

default

Amedy Coulibaly, autor do ataque a um mercado judaico de Paris

Quatro pessoas foram detidas sob suspeita de ligação com os atentados terroristas de janeiro em Paris, disseram fontes policiais francesas nesta segunda-feira (09/03).

Segundo as fontes, que falaram em condição de anonimato, um dos detidos é ligado diretamente a Amedy Coulibaly, que matou uma policial e, no dia seguinte, outras quatro pessoas num mercado judaico da capital francesa. Gravações telefônicas indicam que o detido manteve contato próximo com ele pouco antes do ataque.

A namorada do suspeito, uma policial, também foi detida. Segundo a emissora de rádio Europe 1, ela operava em Rosny-sous-Bois, nas imediações de Paris, e se converteu ao islã há dois anos. Ela foi afastada de suas funções em fevereiro último. As autoridades não deram detalhes sobre as outras duas pessoas presas.

Até o momento, não foi constatado o envolvimento de ninguém nos incidentes de janeiro além dos três terroristas autores dos ataques ao jornal satírico Charlie Hebdo e ao mercado judaico. Juntos, os atentados deixaram 20 mortos, incluindo os terroristas – Coulibaly e os irmãos Said e Cherif Kouachi.

Acredita-se que a viúva de Coulibaly, Hayat Boumeddien, tenha viajado para a Síria dias antes dos ataques.

LPF/ap/afp

Leia mais