1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Polícia prende dois suspeitos de ataques em Colônia

Homens são do Marrocos e da Tunísia e foram liberados pouco depois. Celulares dos suspeitos conteriam vídeos que remetem aos ataques contra mulheres na noite de réveillon.

A polícia de Colônia, na Alemanha, divulgou nesta sexta-feira (08/01) que deteve dois homens suspeitos de terem participado dos ataques a mulheres na noite de réveillon na cidade. Com 16 e 23 anos, um seria do Marrocos e outro, da Tunísia. Pouco depois, os dois foram liberados, pois as suspeitas contra eles não foram confirmadas, disse o promotor Benedikt Kortz à agência de notícias dpa.

De acordo com a emissora WDR, os dois homens tinham consigo celulares contendo vídeos que mostravam tumulto e assédio a mulheres. A polícia também encontrou um pedaço de papel com frases sexistas traduzidas do árabe para o alemão, como "belos seios", "eu vou te matar" e "eu quero fazer sexo com você", afirmou a emissora.

No total, 19 pessoas que estão sendo investigadas no momento por envolvimento nos ataques, segundo afirmou um porta-voz da polícia local ao portal Spiegel Online.

Segundo a WDR, a polícia já recebeu 170 denúncias relacionadas à noite de réveillon em Colônia, sendo 117 envolvendo violência sexual. Desde esta quinta-feira à tarde, mais 49 pessoas forama às delegacias para apresentar queixa.

Suspeitos de crimes no réveillon

O Ministério do Interior da Alemanha divulgou, também nesta sexta-feira, que 31 suspeitos foram identificados pela Polícia Federal por crimes cometidos no Ano Novo em Colônia, sobretudo por furto e assalto – mas ainda não foi estabelecida qualquer relação com os ataques a mulheres.

"Dos 31 suspeitos que já foram identificados, 18 são requerentes de asilo no país", disse Tobias Plate, porta-voz do ministério, citando informações da Polícia Federal de que a maioria dos crimes cometidos por eles seria de "roubo e lesão corporal". Trata-se de incidentes de competência da Polícia Federal, ou seja, ocorridos nas instalações da estação central e a uma distância de até 30 metros no pátio em frente ao prédio.

Entre os suspeitos estão nove argelinos, oito marroquinos, quatro sírios, cinco iranianos, dois alemães, um iraquiano, um sérvio e um americano.

Ataques contra mulheres

Uma série de assaltos e ataques sexuais a mulheres foi registrada nas imediações da estação central de Colônia durante a noite de réveillon. De acordo com a polícia, homens se dividiram em pequenos grupos para realizar os ataques.

Testemunhas relataram que eles eram jovens, estavam alcoolizados e, pela aparência, seriam oriundos de países árabes ou do norte da África.

Incidentes semelhantes, mas em escala muito menor, ocorreram na mesma noite em outras cidades alemãs, como Hamburgo, Stuttgart e Bielefeld.

Nesta quinta-feira, a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, pressionou as autoridades do país a investigarem a fundo os ataques. Em coletiva de imprensa em Berlim, ela disse que

tais atos são intoleráveis

.

EK/afp/ap/dpa/ots

Leia mais