Polícia holandesa interroga suspeitos de terrorismo no aeroporto de Schiphol | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 31.08.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia holandesa interroga suspeitos de terrorismo no aeroporto de Schiphol

Homens que partiram dos Estados Unidos foram detidos na chegada a Amsterdã. Grande quantidade de dinheiro vivo e de celulares e relógios foram identificados na bagagem.

default

Alerta no aeroporto de Schiphol, em Amsterdã

A polícia holandesa prendeu dois homens que desembarcaram nesta segunda-feira (30/08) no aeroporto de Schiphol por carregarem objetos suspeitos na bagagem. Os passageiros vieram de Chicago, nos Estados Unidos, e foram detidos após um alerta contra terrorismo enviado pelas autoridades norte-americanas à polícia na Holanda.

Segundo informações divulgadas por redes de televisão norte-americanas, os suspeitos – que chegaram a Amsterdã num voo da companhia United Airlines – são de nacionalidade iemenita e moram nos EUA. Promotores holandeses confirmaram que os homens foram detidos diante do pedido das autoridades norte-americanas.

Objetos suspeitos

Ainda durante o controle de segurança nos Estados Unidos, aparelhos celulares e relógios amarrados uns aos outros foram identificados no interior da bagagem. Os passageiros também estariam levando três facas e 7 mil dólares em dinheiro.

Segundo a Secretaria de Segurança Nacional norte-americana, "os objetos, por si, não representavam perigo. Mas passamos as informações para o nosso parceiro internacional, para que os objetos suspeitos fossem de conhecimento das autoridades holandesas."

Troca de voos

Em Chicago, um dos suspeitos despachou sua bagagem num voo via Washington para Dubai e Iêmen. No entanto, ele embarcou num outro avião, que seguia para Amsterdã e onde estava o segundo suspeito, que também foi detido. A bagagem desacompanhada foi apreendida pela polícia.

Os dois homens em questão já teriam carregado bombas falsas em voos domésticos nos Estados Unidos. Um deles, residente em Detroit, protagonizou outro episódio polêmico ao tentar embarcar no aeroporto de Birmingham, no Alabama, para Chicago, usando roupas volumosas num dia de extremo calor.

As autoridades holandesas não descartam a hipótese de que possa ter se tratado de um teste para verificar o nível de segurança do aeroporto.

NP/dpa/rts
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais