1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia frustra atentado contra igrejas em Paris

Investigadores encontraram arsenal de armas de guerra em casa de estudante de 24 anos. Jovem era conhecido por envolvimento com radicais islâmicos e estaria planejando ataques na capital.

Um homem acusado de planejar um ataque terrorista "iminente" contra "uma ou duas igrejas" foi preso no domingo, em Paris, anunciou nesta quarta-feira (22/04) o ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve. O jovem também é suspeito de envolvimento em assassinato de mulher.

O estudante de ciência da computação, de 24 anos, era conhecido pelos serviços de inteligência franceses por ter intenções de viajar à Síria, para lutar ao lado de jihadistas, afirmou o ministro, durante entrevista coletiva.

A polícia encontrou no veículo e na casa dele, no sul de Paris, um arsenal constituído por várias armas de guerra, munições, coletes à prova de balas e material informático e de telefonia. Cazeneuve disse que o rapaz apresentava ferimento de arma de fogo ao ser detido. O ministro não informou, entretanto, quem foi o autor do tiro.

"Uma documentação também foi descoberta, estabelecendo, de forma inequívoca, que o indivíduo estava planejando a prática iminente de um provável ataque contra uma ou duas igrejas. Na manhã de domingo, tal ataque foi evitado", acrescentou.

O homem também é suspeito de envolvimento no assassinato de uma jovem de 32 anos, que foi encontrada morta em um carro no domingo, em Villejuif, perto da capital. As circunstâncias da morte ainda não foram esclarecidas.

As autoridades francesas estão em alerta desde janeiro, quando uma série de ataques jihadistas em Paris contra a publicação satírica Charlie Hebdo, contra uma policial e um supermercado kosher, matou 17 pessoas, causando comoção em toda a França e no exterior.

MD/afp/dpa

Leia mais