1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Polícia do México recupera caixa com material radioativo

Recipiente roubado na semana passada no sudeste do México foi encontrado em uma passarela. Este é o quarto caso de roubo do tipo desde 2013. Autoridades acreditam que ladrões desconheciam conteúdo da caixa.

Um pequeno recipiente com material radioativo roubado na semana passada, no sudeste do México, foi encontrado nesta quarta-feira (23/04) em uma passarela de pedestres, solucionando o quarto caso desse tipo desde 2013.

O roubo do recipiente do tamanho de uma caixa de ferramentas contendo irídio-192, no dia 13 de abril, em Cardenas, tinha provocado um alerta em cinco estados do sul e do leste do país.

As autoridades acreditam que, assim como nos três casos anteriores, os ladrões não sabiam que haviam roubado um item radioativo e estariam interessados ​​em outros bens. O material foi recuperado em todas as vezes.

A caixa foi localizada sob uma passarela numa estrada que liga Cardenas à capital de Tabasco, Villahermosa, depois que alguém alertou a polícia por telefone, segundo as autoridades.

Cerca de 100 integrantes das forças de segurança foram mobilizados para recuperar o recipiente. "Não há sinais de que a caixa tenha sido aberta," disse Christian Romero, vice-diretor de emergências radiológicas na comissão nuclear mexicana.

Mexikanische Polizei stellt gestohlenes radioaktives Material sicher

Policiais apresentam caixa roubada

Autoridades haviam enfatizado que a caixa não representava nenhuma ameaça enquanto estivesse lacrada. Mas aconselharam o público a manter distância do material, quando ela fosse encontrada.

O irídio-192 é usado na radiografia industrial, para verificar costuras de soldagem. Ele pode causar queimaduras, doenças provocadas pela radiação e danos permanentes, em caso de contato com a substância, e pode ser fatal se a exposição durar horas ou dias.

Os ladrões levaram o recipiente junto com outros objetos que estavam dentro de um caminhão da empresa de radiologia Garantia Radiografica e Ingenieria, que tinha sido estacionado em uma área residencial de Cardenas.

MD/dpa/afp

Leia mais