1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia detém 12 suspeitos de ligação com ataques em Paris

Detidos serão interrogados sobre possível apoio logístico a autores de atentados que deixaram 17 mortos na semana passada. Estação de trem parisiense é evacuada após alerta, mas reabre pouco depois.

A polícia francesa deteve 12 pessoas na noite de quinta para sexta-feira (16/01), supostamente ligadas aos atentados que deixaram 17 mortos em Paris na semana passada, disse o Ministério Público da capital.

Os nove homens e três mulheres detidos nos subúrbios de Paris serão interrogados sobre "possível apoio logístico" aos autores dos ataques, incluindo armas e veículos, de acordo com uma fonte judicial.

A estação de trem parisiense Gare de l'Est foi evacuada às 8h da manhã (hora local) desta sexta-feira após um alerta, mas foi reaberta cerca de uma hora mais tarde. A companhia ferroviária SNFC não deu detalhes sobre o incidente.

A polícia segue com buscas em Montrouge, nos arredores de Paris, onde o terrorista Amedy Coulibaly matou uma policial na semana passada. As investigações também continuam em Grigny, onde Coulibaly cresceu, e em Fleury-Merogis e Epinay-sur-Seine.

Segundo uma fonte policial, investigadores mantiveram vários indivíduos sobre vigilância nos últimos dias. Eles teriam sido apontados em interrogatórios feitos com pessoas ligadas aos irmãos Kouachi, autores do ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo, e a Coulbaly, que matou quatro reféns num mercado judaico.

Entre outras pistas, os investigadores buscam o carro de Hayat Boumedddiene, companheira de Coulibaly, que acredita-se estar na Síria.

A polícia também investiga se um homem detido nesta quinta-feira por comércio ilegal de armas na cidade belga de Charleroi, perto da fronteira com a França, tem alguma conexão com Coulibaly.

LPF/afp/rtr

Leia mais