Polícia de Berlim posta gatos para afastar rumores | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 21.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Polícia de Berlim posta gatos para afastar rumores

Para evitar boatos e especulações na internet sobre atentado a um mercado natalino na capital alemã, autoridades adotam tática já usada em Bruxelas: fotos de felinos no Twitter.

Antes mesmo de os investigadores terem oficialmente iniciado a caça contra um novo suspeito pelo atentado em Berlim, já circulavam imagens de um homem na mídia. A fotografia com uma tarja preta na altura dos olhos mostrava o que seria o suposto suspeito.

Para manifestar a desaprovação das autoridades em relação à divulgação da imagem, a polícia de Berlim fez uma postagem nada convencional no Twitter nesta quarta-feira (21/12), com a foto de um gato e a hashtag #AusGruenden (por razões, em tradução livre)

Com a mensagem, a polícia local quer deixar claro algo que já fora repetido diversas vezes desde o ataque desta segunda-feira: as pessoas não devem publicar imagens da cena do crime e, principalmente, não disseminar especulações e rumores sobre um suposto autor – por razões de privacidade e segurança e para não prejudicar as investigações.

Muitos usuários do Twitter apoiaram a medida da polícia e publicaram, desde então, fotografias de gatos com a hashtag #KatzenstattSpekulation (gatos em vez de especulações). Outros elogiaram o trabalho das autoridades. Um usuário escreveu, por exemplo: "Uau. Vocês são os melhores! Obrigado pelo compromisso."

Esta não é a primeira vez que fotos de gatos em redes sociais são utilizadas na luta contra as especulações desordenadas. No ano passado, foram espalhados rumores sobre operações policiais em Bruxelas com a hashtag #BrusselsLockdown. Para conter isso e ajudar a polícia belga, usuários então começaram a postar imagens de gatos, e a ação viralizou na internet.

Leia mais