1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia da Bósnia prende 11 suspeitos de ligação com EI

Em buscas na região metropolitana da capital, Sarajevo, agentes de segurança detêm suspeitos de terrorismo, financiamento de atividades terroristas e recrutamento de combatentes para o "Estado Islâmico".

Mais de 100 policiais da Bósnia realizaram nesta terça-feira (22/12) ações de busca e apreensão na região metropolitana da capital, Sarajevo, em operação contra presumíveis colaboradores do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) naquele país dos Bálcãs.

"Até agora, 11 indivíduos suspeitos por terrorismo, financiamento de atividades terroristas e recrutamento de combatentes para o EI foram detidos em ações de buscas em 13 locais", declarou porta-voz da polícia bósnia.

A operação tinha como alvo 15 suspeitos que estão sendo investigados por "incitação e recrutamento para ataques terroristas". As autoridades realizam buscas, principalmente, em residências particulares e em dois locais de culto religioso.

Acredita-se que os suspeitos estariam em "contato estreito" com militantes em luta no Iraque e Síria. "Durante as buscas, foram encontradas provas de conexões com as estruturas do EI", comunicou o Ministério Público bósnio em nota.

Em meados de novembro, um presumível militante islâmico armado com um rifle matou dois soldados bósnios próximo à capital, em ação descrita pelas autoridades como atentado terrorista. Cercado pela polícia, o homem cometeu suicídio

Um pregador bósnio, praticante da interpretação do Islã de acordo com o wahhabismo da Arábia Saudita, foi sentenciado a sete anos de prisão no início de novembro, por recrutar combatentes para os contingentes do EI no Iraque e na Síria.

FC/ap/rtr/dpa

Leia mais