1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia alemã reconstruiu rosto do suposto pedófilo preso na Tailândia

Através de técnica especial, BKA alemão forneceu à Interpol o rosto do suposto pedófilo mais procurado do mundo. Graças a pistas vindas de vários países, o canadense foi preso na Tailândia.

default

Identificação do suspeito foi possibilitada por especialistas alemães

Pistas fornecidas por vários países e a cooperação entre Interpol e polícia alemã levaram à prisão, nesta sexta-feira (19/10) na Tailândia, do suposto pedófilo mais procurado no mundo. Num ato sem precedentes, a Interpol havia feito um apelo mundial pela identificação do suspeito.

Embora o suspeito tivesse dissimulado seu rosto nas fotografias disponibilizadas na internet, onde aparecia com crianças, investigadores de uma unidade especializada do Departamento Federal de Investigações (BKA) conseguiram reconstruir as imagens.

O canadense de 32 anos é acusado de abuso sexual de menores e responsabilizado pela colocação de imagens pornográficas na internet. Segundo a organização policial Interpol, trata-se de um professor de inglês, que já há vários anos vinha fazendo viagens de turismo sexual.

Dados alarmantes da ONU

Após a divulgação da foto do homem pela Interpol, no início de outubro, a polícia recebeu mais de 350 pistas, enviadas de diversos países, sobre a identidade e o paradeiro do acusado. Seu irmão chegou a fazer um apelo pela internet, para que se apresentasse às autoridades canadenses.

Sua chegada à Tailândia, dia 11 de outubro, foi registrada por câmeras de vídeo do aeroporto de Bangcoc. Depois de vários jovens terem afirmado em seus depoimentos à polícia tailandesa que sofreram abuso sexual por parte do acusado nos últimos anos, a Justiça local expediu ordem de prisão na quinta-feira. O canadense é acusado de rapto, abuso sexual de menores e privação de liberdade, crimes pelos quais pode ser condenado a até 20 anos de prisão.

A Tailândia e seus vizinhos Cambodja e Vietnã são considerados paraísos para pedófilos. Em nenhum outro lugar tantos menores de idade são vítimas de abuso sexual. Segundo dados divulgados em 2006 pelo programa de proteção à infância da ONU, 2 milhões de crianças em todo o mundo são obrigadas a se prostituir. Cerca de 1 milhão delas vivem na Ásia. (rw)

Leia mais