1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Polícia alemã prende suspeito de pertencer ao Al Qaeda

Detenção aconteceu na madrugada de domingo. Autoridades ainda verificam real ligação do suspeito com o grupo terrorista de Bin Laden. Identidade italiana seria falsa.

default

Cerca de 100 policiais participaram do cerco ao hotel em Mönchengladbach

A Polícia prendeu, na madrugada de domingo, no hotel Dorint em Mönchengladbach, no oeste da Alemanha, um suspeito de pertencer ao grupo terrorista Al Qaeda, do líder Osama bin Laden. Segundo as autoridades, trata-se de um homem, com documentos italianos, de quase 40 anos. O Departamento de Polícia Federal foi avisado por um órgão estrangeiro que uma ou mais pessoas relacionadas ao Al Qaeda iriam se hospedar no hotel. O estabelecimento tinha, na noite de sábado para domingo, cerca de 50 hóspedes.

"O homem não ofereceu resistência, nem estava armado", informou Jürgen Möller, comandante da equipe que fez a detenção. Cerca de 100 policiais participaram da operação. Grande quantidade de dinheiro foi encontrada no quarto do suspeito. Na tarde de domingo, a Polícia prosseguiu com o interrogatório e as investigações para descobrir se o homem tem mesmo ligações com o Al Qaeda. Os primeiros exames apontaram que o documento de identidade italiana não pertence a ele.

Bremen – Segundo a revista Focus, a Polícia alemã também investiga a ação de fundamentalistas islâmicos em Bremen. O semanário afirma que voluntários estão sendo recrutados em Bremen para ir à guerra no Afeganistão. Na quinta-feira, a Polícia teria revistado as residências de dois suspeitos, um tunisiano e um libanês. Eles estariam operando uma espécie de agência de viagens do terrorismo.