Polícia alemã prende sírio suspeito de ligação com terrorismo | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 03.11.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Polícia alemã prende sírio suspeito de ligação com terrorismo

Rapaz é detido em apartamento no bairro de Schöneberg, em Berlim, suspeito de fazer parte de "uma organização terrorista estrangeira", informa polícia alemã. Ele diz ser um refugiado sírio vivendo na Alemanha desde 2015.

O sírio de 27 anos foi preso num apartamento no bairro berlinense de Schöneberg

O sírio de 27 anos foi preso num apartamento no bairro berlinense de Schöneberg

A polícia alemã deteve nesta quarta-feira (02/11), em Berlim, um homem sírio de 27 anos por suposta ligação com terroristas fora da Alemanha. Em rede social, a polícia de Berlim informou que o rapaz é suspeito "de ser membro de uma organização terrorista estrangeira", sem citar nomes ou grupos.

De acordo com o órgão, o sírio foi detido pelo Departamento Estadual de Investigações (LKA, na sigla em alemão) de Berlim, num apartamento no bairro de Schöneberg, no sudoeste da cidade.

O jornal Berliner Zeitung informou que a prisão ocorreu por volta das 21h (no horário local), e uma busca no apartamento do suspeito foi realizada em sequência.

Segundo a agência de notícias AP, procuradores federais, que costumam lidar com os casos relacionados a terrorismo na Alemanha, não confirmaram a identidade do rapaz, mas disseram ao veículo que a suspeita é de envolvimento com o grupo jihadista "Estado Islâmico" (EI).

No Twitter, a polícia afirmou ainda que, segundo declarações do próprio detido, trata-se de um refugiado sírio que vive na Alemanha desde o ano passado. Uma investigação para apurar o caso foi iniciada. Nenhuma outra informação foi esclarecida oficialmente pela polícia até o momento.

Segundo o portal alemão de notícias Welt Online, o sírio de 27 anos teria sido observado junto a um provável cúmplice de nacionalidade alemã da mesma idade. Não se sabe ainda sobre possíveis planos de ambos para a realização de atentados. A polícia espera obter mais informações após analisar os aparelhos de comunicação do homem detido na noite desta quarta-feira.

As autoridades alemãs estão em estado de alerta desde julho, quando dois ataques terroristas no país foram reivindicados pelo grupo "Estado Islâmico". Ambos – um em Ansbach e outro em Würzburg, no sul alemão – foram cometidos por migrantes pedindo refúgio na Alemanha.

Em outubro, a polícia alemã prendeu o refugiado sírio Jaber al-Bakr, de 22 anos, numa residência em Leipzig, após quase 48 horas de perseguição. O rapaz, que cometeu suicídio na prisão dois dias depois, era suspeito de ligação com o EI e estaria planejando um atentado terrorista a um aeroporto de Berlim. A polícia encontrou uma grande quantidade de explosivos em seu apartamento.

EK/afp/ap/dpa/rtr/ots

Leia mais