1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Poder aquisitivo diminuiu na Alemanha

Salários aumentaram menos que a inflação. Alemães trabalham em média 37 horas por semana.

default

Linha de montagem da Audi

Os salários na Alemanha não acompanharam a inflação em 2001 e, primeira vez desde 1997, houve uma queda do poder aquisitivo, segundo dados divulgado na sexta-feira (11) pelo Departamento Federal de Estatística. A Confederação dos Sindicatos Alemães (DGB) já advertiu que exigirá uma compensação nas negociações salariais deste ano.

Em 1998, o poder aquisitivo aumentou 1%, em 1999 2% e em 200 0,5%. Nos dois primeiros trimestres de 2001 o poder aquisitivo recuou cerca de 0,1% e no terceiro trimestre 0,4%. No quarto trimestre houve um pequeno aumento, mas não suficiente para compensar as perdas anterioriores.

Poder aquisitivo aumentou na França

Ao contrário da Alemanha, na França registrou-se um aumento do poder aquisitivo. Os salários dos trabalhadores franceses cresceram 2,6% e a inflação situou-se em 1,8%.

Por outro lado, a jornada de trabalho é mais curta na França do que na Alemanha. Os franceses trabalham em média 36,2 horas por semana enquanto que os alemães trabalham 37 horas.

Leia mais