1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Platini oficializa candidatura à presidência da Fifa

Ex-jogador francês e presidente da Uefa anuncia intenção de suceder Joseph Blatter, que anunciou sua renúncia ao comando da entidade máxima do futebol. Eleição será realizada em 26 de fevereiro de 2016.

O presidente da Uefa, Michel Platini, confirmou nesta quarta-feira (29/07) sua intenção de concorrer à presidência da Fifa como sucessor de Joseph Blatter.

Em comunicado divulgado no site da confederação que rege o futebol europeu, Platini afirmou ter escrito para todos os 209 países-membros da Fifa declarando sua candidatura e pedindo apoio à tentativa de liderar a entidade máxima do futebol mundial.

"Esta foi uma decisão muito pessoal, considerada cuidadosamente, na qual pesei o futuro do futebol com o meu próprio futuro", disse o ex-jogador francês. "Também fui guiado por estima, apoio e encorajamento que muitos de vocês têm me mostrado. Há momentos na vida em que é preciso tomar as rédeas do próprio destino. Estou num daqueles momentos decisivos, na minha vida pessoal e devido aos acontecimentos que estão moldando o futuro da Fifa", afirmou.

"Durante este último meio século, a Fifa teve apenas dois presidentes", prosseguiu Platini, se referindo a Blatter, mandatário desde 1998, e João Havelange, que comandou a entidade entre 1974 e 1998. "Os recentes acontecimentos forçam o órgão máximo do futebol a virar a página e a repensar sua direção."

Platini, de 60 anos, é presidente da Uefa desde 2007 e membro do comitê executivo da FIFA desde 2002, mas se recusou a desafiar Blatter à presidência da Fifa no congresso realizado em Zurique, em 29 de maio deste ano. Em meio a investigações realizadas por autoridades americanas e suíças,

dirigentes e ex-funcionários da Fifa foram presos

poucos dias antes da eleição – entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin.

Quatro dias após ser reeleito,

Blatter anunciou sua renúncia

. Posteriormente, a Fifa anunciou novas eleições para

fevereiro de 2016

. Todos os candidatos devem declarar a intenção de concorrer até 26 de outubro.

Além de Platini, o

ex-jogador brasileiro Zico

, o presidente da federação de futebol da Libéria, Musa Bility, e o ex-vice-presidente da Fifa Chung Mong-joon já mostraram intenção de concorrer, mas ainda precisam receber o apoio de suas federações nacionais. Além disso, o ex-craque argentino Diego Maradona declarou interesse, sem anunciar sua pré-candidatura oficialmente.

PV/dpa/afp

Leia mais