Pitadas: Spekulatius e aroma de Natal | Colunas semanais da DW Brasil | DW | 01.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Colunas

Pitadas: Spekulatius e aroma de Natal

Possivelmente surgido na Holanda, biscoito de especiarias logo se espalhou pela região do Reno e por toda a Alemanha. Com massa fina e crocante, iguaria natalina leva cravo, canela e noz-moscada.

Dezembro chegou, e com ele a contagem regressiva para o Natal e o aroma de especiarias típico desta época do ano. A coluna Pitadas das próximas semanas será dedicada a receitas tradicionais deste período. Para mim, biscoitos natalinos não podem faltar nas festas de fim de ano, principalmente o spekulatius.

Desde pequena cortar a massa do biscoito com forminhas em formato de estrela, árvore de Natal, urso e outros animais faz parte do meu mês de dezembro. E nada melhor que sentir o cheirinho de cravo, canela e noz-moscada saindo do forno e morder um biscoito fresquinho, fino e crocante.

Chamado na Alemanha de spekulatius, na Bélgica de speculoos e na França de spéculos, o doce teria surgido na vizinha Holanda e logo se espalhado para outras regiões próximas ao rio Reno e, ao longo dos séculos, para todo o território alemão. O biscoito é tradição especialmente no Dia de São Nicolau, comemorado em 6 de dezembro, mas está presente em todo o período natalino.

Assistir ao vídeo 01:10
Ao vivo agora
01:10 min

Tradicionais feirinhas de Natal da Alemanha se espalham pela Europa

As formas usadas para cortar a massa variam de motivo e tamanho. Antigamente era comum recortar a silhueta de São Nicolau. Outros motivos populares eram homens e mulheres em trajes tradicionais, ovelhas e moinhos. Nos EUA, spekulatius são frequentemente conhecidos como windmill cookies (biscoitos de moinho de vento).

A origem do nome da iguaria natalina é incerta. Uma das possibilidades é que tenha surgido do latim speculum (espelho), pois os desenhos impressos na massa espelham os motivos das forminhas. Outra versão diz que a palavra veio simplesmente do termo species (especiaria).

Há muitas variações da receita de spekulatius – com ou sem amêndoas, por exemplo. Confira uma delas:

Ingredientes

250 g de farinha de trigo

125 g de manteiga

1 ovo

1 colher (chá) de canela em pó

1 colher (chá) de cravo em pó

Raspas da casca de um limão

1 pitada de noz-moscada ralada

1 pitada de sal

125 g de açúcar

50 g de amêndoas moídas

Modo de preparo

Misturar com as mãos a farinha, a manteiga e o ovo. Adicionar as especiarias, as raspas de limão e o sal. Misturar bem com o açúcar e as amêndoas. Deixar a massa descansar por meia hora. Abrir a massa com o rolo e, com forminhas, recortar os biscoitos. Assar em forma untada e polvilhada em forno médio, até que os biscoitos fiquem marrom claro.

Toda semana, a coluna Pitadas traz receitas, curiosidades e segredos da culinária europeia, contados por Luisa Frey, jornalista aspirante a mestre-cuca.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados