1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Jogos Olímpicos

Pistorius pede desculpas pelas críticas a brasileiro que o derrotou

Sul-africano lamenta ter criticado o brasileiro Alan Oliveira logo após a prova dos 200 metros, mas diz que a altura das próteses é uma questão que deve ser debatida.

O corredor sul-africano Oscar Pistorius pediu desculpas, nesta segunda-feira (03/09), pelas declarações que deu após perder a prova dos 200 metros rasos T44 para o brasileiro Alan Oliveira, neste domingo.

Logo depois da prova, o sul-africano fez várias acusações na mídia, alegando que a competição foi injusta e que estava em desvantagem devido ao comprimento das próteses do brasileiro.

Na corrida, que aconteceu no Estádio Olímpico de Londres, Pistorius, considerado a maior estrela das Paralimpíadas, foi superado por Oliveira na reta final, surpreendendo os espectadores.

Oliveira levou o ouro com o tempo de 21s45, batendo Pistorius por sete centésimos de segundo. O norte-americano Blake Leeper ficou com o bronze, com 22s46.

Pouco satisfeito com o resultado, logo após a corrida o sul-africano acusou o IPC (Comitê Paralímpico Internacional) de permitir em regulamento que os atletas se tornem "incrivelmente altos".

Großbritannien Paralympics Brasilien Alan Oliveira

O brasileiro Alan Oliveira comemora a medalha de ouro nos 200m T44

"Alguns desses atletas são muito mais altos e você não pode competir com o comprimento dos passos. Tentamos abordar essa questão nas semanas que antecederam à corrida, mas o IPC não quer ouvir”, afirmou Pistorius ao canal britânico Channel 4.

Entretanto, em comunicado, nesta segunda-feira (03/09), o corredor sul-africano, pediu desculpas pelos seus comentários após a corrida, afirmando que "nunca quis prejudicar o momento de triunfo de outros atletas".

"Eu acredito que esta é uma questão [a ser discutida] e fico satisfeito por ter a oportunidade de discuti-la com o IPC. Reconheço que ter levantado essas preocupações logo após a corrida foi uma atitude errada", afirmou o atleta. "Aquele foi o momento do Alan e gostaria de deixar registrado o respeito que tenho por ele."

Brasil nos paralímpicos

No domingo, o Brasil conquistou três medalhas de ouro no atletismo, com as vitórias de Alan Oliveira, Terezinha Guilhermina e Yohansson Nascimento.

O Brasil ocupa a sétima posição do ranking dos Jogos Paralímpicos de Londres, com um total de 13 medalhas, sendo sete de ouro, três de prata e três de bronze.

AFN/afp/rtr
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais