1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Piora a moral de pagamento na Alemanha

Aumentou em 17,5% o número de casos em que os credores recorreram à Justiça para recuperar seu dinheiro. A baixa moral de pagamento anda de mãos dadas com a falência de muitas firmas pequenas – diz estudo.

A moral de pagamento na Alemanha nunca esteve tão baixa. Segundo um estudo da consultoria econômica Buergel, de Hamburgo, os credores tiveram que recorrer à Justiça, em 2001, em mais de 1,33 milhão de casos, na tentativa de receber seu dinheiro. Isso representa um aumento de 17,5% em relação a 2000. O aumento no leste do país foi de 28,2% e no ocidente, de 15,4%.

Quem sofre com isso são principalmente as micro e pequenas empresas, cujas contas só são pagas meses após o serviço prestado, constata o estudo. Os devedores acabam muitas vezes levando essas firmas à falência. "A péssima moral de pagamento e o alto número de casos de insolvência ou falência na Alemanha estão intrinsecamente ligados", explicou o gerente da consultoria, Tilman Bettendorf. "A espiral das dívidas está assumindo dimensões preocupantes", advertiu.

Nem sempre medidas judiciais trazem o efeito desejado. No ano passado, houve 840 mil juramentos declaratórios, uma espécie de declaração de bens dos devedores insolventes. O aumento foi de 13,1%. Mas isso de nada serviu, pois em muitos casos as contas não foram pagas porque as pessoas não tinham nada que a Justiça pudesse confiscar. O número de prisões preventivas, para forçar os devedores a prestarem o juramento, aumentou 26,7% para mais de 447 mil.