1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Pilotos da Lufthansa anunciam nova greve nesta quinta-feira

Categoria diz que ainda há discordâncias sobre sistema de aposentadoria antecipada. Nova paralisação atingirá voos de longa distância e de carga. Último protesto acabou na terça e cancelou 1.450 voos.

Os pilotos da Lufthansa querem entrar em greve novamente nesta quinta-feira. A paralisação deverá afetar voos de longa distância e de carga e ir de 3h até à meia-noite, de acordo com o Sindicado Cockpit. Voos das subsidiárias da Lufthansa German Wings, assim como voos de curta e média distâncias da Lufthansa não deverão ser afetados.

Não há informações específicas sobre cancelamentos de voos com origem ou destino no Brasil. Passageiros com viagem marcada devem consultar seus voos na

página da companhia aérea

. Esta já é a décima greve do ano na Lufthansa.

O sindicato dos pilotos argumenta que as recentes rodadas de negociações com a gestão da empresa alemã sobre o sistema de aposentadorias antecipadas têm mostrado que, apesar de repetidas paralisações, ainda permanecem "discordâncias significativas".

"Grandes danos"

A Lufthansa reagiu à notícia afirmando estar surpresa. "Com isso, a empresa e seus clientes sofrerão grandes danos pela segunda vez nesta semana", acusou a companhia, apelando para que o sindicado dos pilotos retorne à mesa de negociações.

Os pilotos da Lufthansa já impingiram desde segunda-feira grandes limitações ao tráfego aéreo da maior companhia aérea da Alemanha. Primeiro foram paralisados voos de curta e média distância. Na madrugada de segunda para terça-feira, a greve foi estendida a voos de longa distância. A Lufthansa teve que cancelar um total de 1.450 voos. Cerca de 150 mil passageiros foram afetados. Esta greve foi encerrada à meia-noite de terça-feira.

Aposentadoria antecipada

A disputa trabalhista vem ocorrendo há meses. Principal ponto de discórdia é o sistema de aposentadoria antecipada da empresa. Até agora, os pilotos da Lufthansa podiam se aposentar com 55 anos, recebendo 60% de seu salário até a idade legal de aposentadoria. A Lufthansa planeja aumentar o limite de idade.

Nos bastidores, a disputa também envolve o futuro do grupo. A Lufthansa planeja oferecer mais rotas através de suas subsidiárias low cost, que pagam salários mais baixos, estendendo os voos a trechos de longa distância. O projeto desagrada os funcionários da Lufthansa.

MD/dpa/afp/rtr

Links externos