1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Pilotos da Lufthansa anunciam nona greve neste ano

Com paralisação, pilotos protestam contra fim de benefícios relativos à aposentadoria antecipada. Medida afetará voos de curta e média distância a partir de segunda-feira, e longa distância na terça-feira.

Após novo fracasso nas negociações tarifárias entre a Lufthansa e seus pilotos, o sindicato Cockpit convocou os capitães a uma greve de 36 horas. A paralisação deve começar nesta segunda-feira (1°/12), e irá atingir, primeiramente, os voos de curta e média distância da companhia alemã.

No dia seguinte, a greve irá se estender para voos de longa distância e para o transporte de cargas. A Germanwings, subsidiária de passagens baratas da Lufthansa, não deverá ser atingida pela paralisação. A greve deve se alongar até a madrugada de terça-feira.

Esta é a nona greve de pilotos da Lufthansa desde abril. Com a nova paralisação, os pilotos pretendem se defender contra o fim de seus benefícios relativos à antecipação da aposentadoria – disputa que já perdura há meses entre a companhia aérea e os comandantes.

Até agora, as regras de transição permitiam que cerca de metade dos 10 mil pilotos da Lufthansa pudessem se aposentar aos 55 anos. Nesse período de transição até a aposentadoria integral, eles recebem 60% de seus benefícios. A Lufthansa quer elevar a idade de aposentadoria antecipada para 60 anos.

CA/dpa/afp

Leia mais