Pesquisadores berlinenses inventam espelho mágico | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 27.08.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Pesquisadores berlinenses inventam espelho mágico

Invenção de instituto de pesquisa berlinense promete encurtar o tempo dentro dos provadores de lojas. Trata-se de um espelho que permite a troca de roupas através de um simples apertar de botão.

default

Espelho representa praticidade na hora das compras

A cena é conhecida. O casal vai às compras, a esposa pára diante de todas as vitrines, experimenta bolsas, sapatos, calças e blusas, demora horas para se decidir. O marido entedia-se e certa hora explode de raiva. A confusão está armada. É briga na certa.

Frau beim Shopping

Mais tempo para as compras

Isso vai acabar, se depender do Instituto Fraunhofer de Técnica Informativa Heinrich Hertz. Os pesquisadores do instituto situado em Berlim inventaram um espelho que permite ao consumidor "trocar" de roupa sem o cansativo põe-e-tira de peças, diminuindo assim tanto o tempo gasto dentro dos provadores das lojas quanto o tempo de espera fora deles.

A invenção – desenvolvida pela pesquisadora Anna Hilsmann e sua equipe – será apresentada ao público na 48ª edição da Feira de Eletrônica de Consumo (IFA), que acontece em Berlim entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro.

Verde ou azul?

O espelho virtual permite ao consumidor tomar decisões com mais praticidade: através do aperto de um botão ele pode ver – sem precisar trocar de roupa– em qual cor a peça lhe veste melhor.

O "espelho mágico" funciona na verdade como um monitor. Acoplado a ele, uma câmera filma de segundo a segundo os movimentos do consumidor e os registra em tempo real.

Através de um touchscreen o consumidor pode escolher entre diferentes variações de design e de cores. A exemplo de computações gráficas, as suas escolhas são então projetadas nas imagens registradas pela câmera, o que dá a impressão de se estar "trocando" a cor da roupa a cada vez que se aperta um botão.

Turnschuhe

Espelho virtual foi primeiro testado com calçados em lojas de Londres e Paris

Os testes para o espelho virtual começaram há um ano, quando os pesquisadores do instituto apresentaram uma invenção similar. Tratava-se de um espelho que permitia aos consumidores "trocar" de sapatos. "O espelho foi instalado em lojas de Londres e de Paris", disse Hilsmann à DW-WORLD.DE.

Ainda segundo a pesquisadora, "os clientes puderam, com ajuda do espelho, trocar a cor, o material e o logotipo dos sapatos que estavam experimentando. Desta forma, experimentaram modelos que nem sequer existiam!"

Espelho, espelho meu…

Der virtuelle Spiegel

Espelho altera só cores, não comprimento ou largura da roupa

Parece a invenção perfeita, mas não é. A invenção ainda guarda suas restrições. Para desgosto dos maridos entediados, a primeira entrada no provador de roupas, por exemplo, é obrigatória: "O cliente tem que entrar no provador: só assim o sistema pode armazenar os dados que necessita e simular depois as alterações", diz Hilsmann.

O espelho virtual também não altera o comprimento ou a largura das peças. Se a camisa é muita justa ou muito larga, o espelho não está em condições de adaptá-la ao molde ideal.Especialmente para as mulheres, um aviso importante: O espelho virtual não altera feições. E nem faz emagrecer.

Leia mais