Pesquisa aponta o Facebook como novo líder das redes sociais no Brasil | Novidades da ciência para melhorar a qualidade de vida | DW | 18.01.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Pesquisa aponta o Facebook como novo líder das redes sociais no Brasil

Depois de um ano de grande crescimento, o Facebook passou o Orkut e se tornou também no Brasil o líder das redes sociais, afirma um levantamento da empresa especializada comScore.

default

Crescimento de 192% em 2011

Apesar da resistência oferecida pelo queridinho dos brasileiros, o Orkut, o Facebook acabou tomando a dianteira entre as redes sociais no Brasil. Levantamento da empresa comScore, especializada em audiência no mundo digital, afirma que o Facebook se tornou o número um do mercado brasileiro depois de um ano de excepcional crescimento.

Segundo o diretor da comScore no Brasil, Alex Banks, a ascensão do Facebook no mercado brasileiro foi um dos desenvolvimentos mais interessantes verificados ao longo de 2011 no mundo digital. Ela lembra que o Brasil é um mercado forte, tendo hoje a quinta maior população nas redes sociais.

"Apesar da afinidade cultural [dos brasileiros] com as mídias sociais, a adoção do Facebook acontecia de forma muito lenta. O que mudou radicalmente no ano passado. O site triplicou sua audiência e ficou sete vezes maior, assumindo a liderança do mercado", completou.

Estudo publicado em outubro de 2011 pela comScore afirma que o Brasil era um dos sete países onde o Facebook não era o líder das redes sociais. Os outros eram China, Japão, Coreia do Sul, Vietnã, Polônia e Rússia.

O Facebook alcançou o primeiro lugar em dezembro de 2011, com 36,1 milhões de visitantes, um crescimento de 192% em um ano. O Orkut caiu para o segundo lugar, com 34,4 milhões de visitantes. Mesmo com a perda da liderança, a rede social do Google conseguiu crescer 5% no país em 2011.

O Windows Live Profile e o Twitter são respectivamente o terceiro e quarto no mercado das redes sociais, com 13,3 milhões e 12,5 milhões de visitas. Vostu, Google+, Tumblr e Linkedln são os próximos na lista.

Brasileiros passam mais tempo no Facebook

Além de experimentar um aumento no número de usuários, o Facebook também viu crescer o tempo que os brasileiros ficam no site. Em um ano, o tempo mensal médio que os brasileiros dedicaram ao site aumentou de 37 minutos, em dezembro de 2010, para 4,8 horas em dezembro de 2011.

Um olhar mais atento mostra que as mulheres passam mais tempo na rede social do que os homens. Enquanto elas dedicam 5,3 horas mensais ao Facebook, em média, eles passam 4,1 horas no site.

Pessoas entre 25 e 34 anos representam 30,6%, ou a maioria de visitantes do site, enquanto os jovens de 15 a 24 anos são o grupo que permanece por mais tempo no Facebook, com um média de 6,2 horas por mês.

Os usuários do Rio de Janeiro e do Distrito Federal são os que dedicam mais tempo à rede social, com uma média de 5,1 horas por mês. Já os paulistas representam um terço do total de visitantes do site.

Autor: Marco Sanchez
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais