Pela primeira vez desde 1969, Alemanha zera déficit orçamentário | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 15.01.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Pela primeira vez desde 1969, Alemanha zera déficit orçamentário

Boa situação conjuntural garante à Alemanha, pela primeira vez em quase 40 anos, o equilíbrio do orçamento público. A economia alemã cresceu 2,5% em 2007. Exportações continuam sendo o principal motor.

default

Economia alemã teve números positivos em 2007

A economia alemã teve um crescimento real de 2,5% em 2007, segundo dados divulgados nesta terça-feira (15/01) pelo Departamento Federal de Estatísticas (Destatis). Pela primeira vez desde 1969, o déficit orçamentário foi de 0,0% do Produto Interno Bruto (PIB), após uma taxa de 1,6% em 2006.

Em 2006, o crescimento fora de 2,9%. A desaceleração deve-se ao aumento do Imposto sobre o Valor Agregado, de 16% para 19% no começo de 2007, o que reduziu o consumo privado em 0,3%. A exportação continua sendo o principal motor da economia, com um crescimento de 8,3% em 2007.

Para 2008, as previsões dos analistas e do próprio governo são de um crescimento do PIB inferior a 2%, devido aos altos preços do petróleo, a valorização do euro e o desaquecimento da conjuntura mundial. O Ministério das Finanças conta com um déficit orçamentário da ordem de 0,5% em 2008.

Fortes impulsos ao crescimento econômico alemão em 2007 vieram da indústria, cujos investimentos cresceram 8,4% no ano passado. O setor industrial alemão cresceu 5,2% no ano passado 2007. (rw)

Leia mais