1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Patras: Capital Européia da Cultura de 2006

Cidade grega será capital cultural deste ano e receberá investimentos de 17,5 milhões de euros para seu programa cultural. Apostando no talento jovem, Patras pretende valorizar "o futuro da cultura européia".

default

Sucessora de Cork investirá em futuro melhor

Para entrar em cena, a cidade de Patras andou se preparando bem: muitas das construções neoclássicas do século 19 foram reformadas. "O importante para nós é tornar nossa cidade um centro cultural conhecido em toda a Europa", afirma o diretor artístico Thanos Mikroutsikos. O músico e compositor não pretende apostar em encenações espetaculares. Sua idéia é de investir na "base para um futuro melhor para a cidade".

Patras planeja apresentações culturais sobre seis temas diferentes. Ao lado de uma grande exposição sobre Leonardo da Vinci, também haverá espetáculos teatrais com peças da Grécia antiga, tragédias e comédias encenadas num anfiteatro romano, em maio e junho.

A partir de novembro, a arte e religião estarão no centro das atenções, numa exposição de ícones bizantinos e outras pinturas. De 27 de abril a 13 de maio, haverá ainda poesia e música. Jovens talentos poderão apresentar-se, mostrando o que sabem. "Queremos pessoas jovens, porque eles são o futuro da cultura européia." O ponto alto do programa cultural de Patras será seu carnaval, que durará seis semanas – de 21 de janeiro a 5 de março.

Sucessora de Cork

Com a abertura oficial do ano cultural no dia 10 de janeiro, Patras sucederá a cidade portuária irlandesa de Cork, Capital Européia da Cultura de 2005. Com seus 123 mil habitantes, Cork foi uma das menores cidades que já recebeu o título, criado em 1985 pela União Européia.

Apesar do seu orçamento modesto de 13 milhões de euros, os irlandeses conseguiram montar uma vasta programação, com cerca de quatro mil apresentações, sobretudo nas áreas de cinema, literatura, teatro e folclore internacional.

Turismo na região

Localizada no extremo noroeste da península do Peloponeso, Patras é a quarta maior cidade do país, com cerca de 164 mil habitantes. Também é um dos mais importantes centros universitários da Grécia, reunindo mais de 20 mil estudantes. A vida noturna da cidade é conhecida em todo o país, com suas centenas de pequenas tabernas e cafés ao redor da praça Psilalônia, onde as pessoas ficam nas ruas até o amanhecer.

Die neue griechische Brücke Rio-Antirion ist eingeweiht

Ponte foi inaugurada para Olimpíadas

Patras é cortada por uma das primeiras vias férreas de bitola estreita do país, que liga a cidade à capital grega, Atenas. Mas os "patrinoi", como se autodenominam os moradores, também têm orgulho de outra grande construção: em 2004 foi inaugurada uma das mais extensas pontes suspensas da Europa, com 2,5 quilômetros de comprimento, ligando a península do Peloponeso à parte ocidental da Grécia.

Milhares de turistas viajam anualmente de balsa da Itália para a Grécia, mas a maioria não permanece em Patras, seguindo adiante rumo a Olímpia ou mais para o sul da península. O grande programa cultural deste ano deverá tornar a cidade mais atraente para turistas. Pelo menos é isso que os gregos pretendem. Uma recente pesquisa revelou que 16% de mil gregos entrevistados não sabiam que Patras havia sido eleita Capital Européia da Cultura de 2006.

Leia mais