1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Pat Cox eleito presidente do Parlamento Europeu

Com uma vitória nada fácil decidida após três turnos de votação, o irlandês do Partido Liberal foi escolhido em Estrasburgo para presidir o Parlamento da UE.

default

Pat Cox, à espera dos resultados da eleição desta terça-feira

Após arrebatar 298 votos de um total de 568, Pat Cox derrotou nesta terça-feira (15) o escocês do Partido Trabalhista, David Martin, (237 votos) e o dinamarquês conservador Jens-Peter Bonde (33 votos) na corrida à presidência do Parlamento Europeu. Os outros dois candidatos, Gérard Onesta (Partido Verde) e Francis Wurtz (Partido Comunista), desistiram após o primeiro turno de votação.

Cox deverá ficar no cargo por dois anos e meio, até às próximas eleições européias, em meados de 2004. Entre as principais tarefas do cargo estão coordenar as plenárias e representar o Parlamento no exterior e em ocasiões oficiais. Um dos objetivos centrais do novo presidente é, além disso, reforçar o perfil e dar mais voz ao Parlamento da UE, até hoje pouco conhecido da opinião pública e tido como uma instituição difusa, extremamente burocrática e distante da realidade.

Maior atuação - Apesar disso, os deputados europeus não exercem apenas uma função de consultoria, mas têm cada vez mais poder de decisão. No âmbito da reforma da UE, que deverá ser finalizada até 2004, esse leque de atuação deve ser ampliado ainda mais. O resultado dessa reforma poderá ser uma nova regulamentação da distribuição de poder entre as instituições da União Européia, quesito até hoje decidido pelos governos de cada país e pela Comissão da UE.

Cox anunciou que pretende, acima de tudo, facilitar e desburocratizar ao máximo o trabalho dos parlamentares. "Precisamos de novos métodos", acentuou nesta terça-feira o novo presidente. Nesse sentido, o político liberal, conhecido como um defensor da economia de livre mercado, pretende "preparar o Parlamento da UE para uma posição de liderança".

Uma das metas de Cox, por exemplo, é fazer uso das novas tecnologias para montar uma rede de comunicação entre deputados e a opinião pública. Através de "fóruns de cidadãos" a serem criados na internet, por exemplo, o Parlamento deverá "manter-se em contato" com o público. "Precisamos dar mais vitalidade ao nosso trabalho", alerta o novo presidente.

Biografia - Nascido em Dublin, pai de seis filhos, Cox foi professor de Economia na Universidade de Limerick e um dos mais conhecidos jornalistas da Irlanda, onde foi apresentador do principal noticiário de TV entre 1982 e 1986. Especialista em política internacional e economia, tornou-se membro do Parlamento Europeu em 1989 e assumiu o cargo de líder dos liberais em 1998. Seu partido é a terceira maior fracção da casa, com 52 deputados.

Durante os escândalos que envolveram a Comissão presidida por Jacques Santer em 1998, Cox ficou conhecido como um dos mais eloqüentes adversários da rede de corrupção, fraude e má administração desvendada nos bastidores da União Européia.