1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Partido Verde descarta coalizão com Merkel

Líderes da CDU e dos verdes não conseguem chegar a um consenso para negociar a formação do governo na Alemanha. Opção mais provável é a reedição da "grande coalizão", com os social-democratas.

default

Líderes do Partido Verde Claudia Roth e Cem Özdemir rejeitam coalizão

O Partido Verde anunciou nesta quarta-feira (16/10) que não negociará mais com a União Democrata Cristã (CDU), legenda da chanceler federal Angela Merkel, para a formação do novo governo alemão.

Nas eleições de setembro passado, a CDU conquistou a maioria dos votos, mas não o suficiente para governar sozinha. Seu atual parceiro de coalizão, o Partido Liberal Democrático (FDP), não conseguiu a margem mínima de 5% dos votos para entrar no Parlamento alemão.

Sem o FDP e com os verdes agora fora das negociações, a CDU terá que se voltar para o Partido Social-Democrata (SPD) e buscar uma nova edição da chamada "grande coalizão", que sustentou o primeiro governo Merkel, entre 2005 e 2009.

Após cerca de seis horas de negociações em Berlim na noite de terça-feira, os líderes do Partido Verde Claudia Roth e Cem Özdemir disseram que, apesar das conversas construtivas, algumas contradições impossibilitam a formação de uma base sólida para uma coalizão com a CDU.

"Nós não encontramos nenhum denominador comum", disse Anton Hofreiter, um dos líderes da bancada verde no Parlamento.

Ele ressaltou diferenças de opinião em relação à regulamentação bancária, energia, salário mínimo e outras questões sociais como os empecilhos para a formação de uma coalizão.

LVW/ dpa/ afp/ rtr

Leia mais