Partido de Merkel sofre forte derrota na eleição de Hamburgo | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 21.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Partido de Merkel sofre forte derrota na eleição de Hamburgo

Social-democratas obtêm maioria no Parlamento e vão governar sozinhos a cidade-Estado. Democrata-cristãos de Merkel perdem metade dos votos em relação à eleição anterior e amargam pior resultado do pós-Guerra.

default

Scholz foi eleito prefeito da segunda maior cidade alemã

Os social-democratas alemães venceram a eleição regional na cidade-Estado de Hamburgo, realizada neste domingo (20/02). A eleição foi a primeira de uma maratona de seis eleições estaduais em 2011 e serviu de termômetro para a popularidade do governo de centro-direita da chanceler federal Angela Merkel em Berlim.

O SPD (Partido Social Democrata) conseguiu 48,3% dos votos – aumento de 14,2 pontos percentuais em comparação aos 34,1% dos votos recebidos em 2008. Já a CDU de Merkel reduziu à metade o seu resultado de 2008 e conquistou apenas 21,9%, pior resultado do pós-Guerra na cidade. O SPD conquistou 62 cadeiras e a maioria absoluta no Parlamento de Hamburgo, que conta com 121 cadeiras.

Esse foi o melhor resultado do SPD em 17 anos. A vitória põe fim à dez anos de governo do partido da chanceler Merkel na cidade-Estado. O novo prefeito de Hamburgo será o ex-ministro do Trabalho Olaf Scholz.

"A derrota em Hamburgo foi pior do que qualquer um havia esperado", disse Dietmar Herz, cientista político da Universidade de Erfurt. E ele continua: "É provável que Merkel tenha que adotar uma linha dura para defender os interesses da Alemanha e acalmar os eleitores conservadores".

O SPD, liderado pelo presidente Sigmar Gabriel, espera que a guinada favorável em Hamburgo ajude o partido a sair da crise nas seis eleições regionais que ainda restam em 2011 – sobretudo no dia 27 de março, em Baden-Wurttemberg, estado dominado pelos conservadores.

Membros da CDU atribuíram a derrota sofrida em Hamburgo à "difícil situação" criada pela renúncia do antigo prefeito Ole von Beust, em julho passado, e ao rompimento da coligação com os Verdes.

FC/lusa/dpa/rtr
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais