1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Partido Colorado volta ao poder no Paraguai

Com a vitória do empresário Horacio Cartes, partido mais tradicional do país retorna ao poder que perdera em 2008, com a eleição de Fernando Lugo.

O empresário multimilionário Horacio Cartes, de 56 anos, foi eleito presidente do Paraguai neste domingo (21/04), marcando a volta do Partido Colorado ao poder que exercera ao longo de seis décadas, até a eleição do esquerdista Fernando Lugo.

Cartes, do Partido Colorado, obteve 45,91% dos votos, contra 36,84% conseguidos pelo concorrente Efraín Alegre, afirmou o presidente do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE), Alberto Ramírez Zambonini.

Milhares de simpatizantes se reuniram em Assunção para celebrar o resultado, lançando fogos de artifício e agitando bandeiras do país e do partido.

A vitória de Cartes marca a volta ao poder de um partido de centro-direita que governou o Paraguai desde 1947, incluindo os 35 anos da ditadura do general Alfredo Stroessner (1954-1989), até perder as eleições em 2008.

Naquele ano, foi a esquerda do antigo bispo católico Fernando Lugo que venceu as eleições presidenciais, ao formar uma coligação com o Partido Liberal, que posteriormente rompeu com a aliança.

Em junho de 2012, sem maioria no Parlamento, Lugo foi destituído pela oposição de direita, numa manobra que qualificou de "golpe de Estado parlamentar", e o seu vice-presidente, o liberal Federico Franco, assumiu a chefia do Estado.

Na época, Efraín Alegre foi um dos senadores que votou pela remoção de Lugo do poder.

Entre as tarefas mais urgentes do novo governo, que assumirá em 15 de agosto, está negociar a reinserção política do Paraguai na América Latina, já que o país está suspenso do Mercosul, da Unasul e da Celac.

AS/lusa/rtr/dpa

Leia mais