1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Participação alemã nas Olimpíadas custa 4,7 milhões

Bagagem inclui 5 mil garrafas de cerveja e 25 toneladas de equipamentos para 730 integrantes que vão aos Jogos de Atenas.

default

Rumo ao Estádio Olímpico de Atenas

Até mesmo a bebida para comemorar as medalhas está incluída no orçamento de 4,7 milhões de euros que a Alemanha investe na sua participação nas Olimpíadas de 2004. Além de 10 mil garrafas de água mineral, a equipe alemã leva na bagagem 5 mil garrafas de cerveja. "Estas naturalmente só serão consumidas em pequenas rações e sob observação médica", explica Achim Bueble, integrante do Comitê Olímpico Alemão (NOK) responsável pelo transporte dos equipamentos.

A "loura gelada" não ocupa muito espaço na bagagem total dos 730 integrantes da delegação alemã. As 25 toneladas de material incluem desde utensílios de escritório até as barras de salto com vara. No todo, são 500 contêineres de alumínio. Só a caixa de primeiros socorros pesa quase duas toneladas. Transporte por várias vias

A maior parte dos equipamentos, inclusive barcos de remo e a vela, caiaques ou bicicletas, será transportada por via terrestre e com a ajuda do ferry entre Ancona (Itália) e Patras (Grécia). Os veleiros já estão a caminho. Os cavalos para as provas de salto e adestramento vão de avião para Atenas, já que não suportariam 21 horas de estrada e barco.

Mais de um jumbo será necessário para levar a equipe de 450 atletas, 275 assistentes e os 15 integrantes da comissão técnica. Os esportistas, dirigentes, treinadores, assistentes, entre eles 63 médicos e fisioterapeutas, viajam em 50 aviões diferentes. "Em alguns vôos, foi necessário reservar apenas uma vaga, em outros estarão mais de cem atletas", informa o Comitê Olímpico Alemão. Cerca de 300 membros da equipe embarcam nos dias 10 e 11 de agosto para Atenas. Para o dia 30 de agosto, está planejado o retorno de 430 atletas em quatro aviões.

Patrocínios e NOK cobrem 15% dos gastos

Não surpreende, portanto, que só os custos de viagem da "expedição Atenas" cheguem a 500 mil euros, sem incluir os 36 carros alugados pelo NOK para facilitar o transporte na capital grega. "Lá teremos, de certa forma, uma locadora própria", diz Bueble.

A metade dos custos de 4,7 milhões de euros será coberta pelo Ministério do Interior, responsável pelo esporte na Alemanha. O restante será bancado por patrocinadores e o próprio Comitê Olímpico Alemão (cerca de 15%). Os gastos seriam ainda maiores, se a maior parte da equipe não fosse hospedada na Vila Olímpica, onde o alojamento e a alimentação são pagos pelo país organizador dos Jogos. Só os remadores e os representantes do hipismo alemão ficarão em hotéis próximos dos locais de suas provas, fora da cidade.

A concentração da hospedagem na Vila Olímpica também tem a ver com a segurança, diz o porta-voz do NOK, Stefan Volknant. A delegação alemã contará com a proteção de funcionários do Departamento Federal de Investigações (BKA). As entrevistas coletivas diárias do NOK durante os Jogos Olímpicos serão realizadas na Casa Alemã em Atenas, ponto de encontro com capacidade para reunir até mil pessoas.

Leia mais