1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Parlamento relembra vítimas do nazismo no Dia do Holocausto

Em solenidade no Parlamento federal alemão, foi relembrada a libertação do campo de concentração de Auschwitz, há 57 anos, e prestada reverência à memória das vítimas da ditadura nazista.

default

O violinista polonês Krzysztof Jakowicz tocou na solenidade do Parlamento alemão

O presidente do Parlamento federal alemão ( Bundestag), Wolfgang Thierse, conclamou a um debate permanente sobre o holocausto, o genocídio cometido pelos nazistas. Na cerimônia em memória da libertação do campo de concentração de Auschwitz, há 57 anos, Thierse afirmou que é preciso manter viva a memória das vítimas.

O político social-democrata apelou também a todos os cidadãos alemães, para que assumam e defendam os valores da civilização. Será vergonhoso para os alemães, se o extremismo de direita, o racismo e o anti-semitismo voltar a encontrar um terreno fértil no país. Aludindo-se à presença do ministro polonês das Relações Exteriores, Bronislaw Geremek, o presidente do Bundestag afirmou ser um sinal de esperança que alemães e poloneses relembrem conjuntamente as vítimas do nazismo.

Como orador convidado da solenidade no Bundestag, Bronislaw Geremek afirmou que a "violação da dignidade humana, a violação dos direitos básicos da nossa civilização, a violação dos direitos humanos constituem uma vergonha para todos aqueles que tomam conhecimento delas e não agem para impedi-las". Como Thierse, também o político e historiador polonês Geremek conclamou a que se mantenha viva a memória das vítimas de Auschwitz e dos seis milhões de judeus assassinados pelos nazistas.