1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Parlamento da Grécia aprova nova reforma fiscal

País vai economizar cerca de 2,5 bilhões de euros com medidas, que incluem aumento de impostos para trabalhadores. Aprovação faz parte de acordo para gregos receberem próxima parcela de ajuda de credores internacionais.

O parlamento grego aprovou um pacote de aumento de impostos na madrugada deste sábado (12/01) como parte do programa de austeridade econômica decidido em novembro junto aos credores internacionais. Com a medida, o governo deve economizar cerca de 2,5 bilhões de euros neste e no próximo ano.

As novas regras atingem, principalmente, os trabalhadores que recebem mais de 42 mil euros por ano – que vão pagar, agora, até 42% de imposto. Antes da aprovação, a maior faixa de impostos atingia apenas quem ganhavam acima de 100 mil euros, que tinha que desembolsar 45% do valor da renda em impostos.

Ao mesmo tempo, trabalhadores e aposentados que recebem menos de 25 mil euros terão pagar menos imposto. Já a taxa sobre os ganhos de empresas aumentou em 6%, chegando a 26%.

As medidas, aprovadas por 163 dos 300 congressistas, eram condição para que os credores internacionais do país – a União Europeia, o Banco Central Europeu (BCE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) – autorizassem a próxima parcela de ajuda financeira no valor de 9,2 bilhões de euros neste mês de janeiro.

Caso saísse derrotado, o governo grego pretendia cortar parte do valor de pensões e de salários, informou antes da votação o ministro das Finanças, Ioannis Stournaras. Ele afirmou, ainda, que "a maioria das famílias gregas vai se beneficiar" das mudanças do regime de impostos.

As novas regras aprovadas fazem parte do pacote de austeridade no valor total de 13,5 bilhões de euros fechado pelo governo de Atenas com os credores internacionais em novembro. Nos próximos meses o país deve receber mais 15 bilhões de euros como empréstimo.

FC/dapd/afp/dpa/rtr
Revisão: Mariana Santos

Leia mais