1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Parlamento alemão aprova nova lei antidoping

Após os escândalos envolvendo ciclistas alemães, o Parlamento em Berlim aprova nova lei antidoping. A decisão ocorre poucos dias antes do início da edição deste ano da Volta da França.

default

Lei quer combater o comércio ilegal de medicamentos

Na quinta-feira (05/07), o Bundestag, câmara baixa do Parlamento alemão, aprovou a intensificação da lei de medicamentos que acirra o combate ao doping no esporte. A nova lei antidoping entrará em vigor em outubro próximo, caso seja aprovada pelo Bundesrat, a câmara alta do Parlamento.

Futuramente, segundo a nova lei, os medicamentos apropriados ao doping terão tarja de identificação. Além disso, o Departamento Federal de Investigações será encarregado de investigar o comércio ilegal de medicamentos.

"Nós não vamos, através da nova lei, resolver todos os problemas do doping, mas prestamos uma clara contribuição nesse sentido e mostramos que não desistimos da grandeza no esporte", afirmou o ministro alemão do Interior, Wolfgang Schäuble (CDU), que elaborou o projeto de lei.

"Corrupção do esporte"

O ponto central da nova lei é a luta contra o comércio organizado de medicamentos usados como doping. A posse de uma "quantidade não pequena" de medicamentos proibidos passa a ser passível de prisão por levar a indícios de comércio. Somente os atletas ligados ao doping continuarão a ser julgados pela Justiça Desportiva.

Treffen der Sportminister in Stuttgart

Ministro Schäuble elaborou o projeto de lei

Já o comércio ilegal poderá ser punido com até dez anos de prisão. O aumento em sete anos da punição legal permitirá novas possibilidades de investigações como, por exemplo, a escuta telefônica.

A intensificação da lei de medicamentos foi aprovada através dos votos da coalizão com o Partido Social Democrata (SPD). Somente o Partido de Esquerda votou contra. Liberais e Verdes se abstiveram.

A sugestão dos Verdes de incluir a "adulteração da competição econômica no esporte" como elemento constitutivo de delito não foi, no entanto, aprovada. A sugestão formulada pelos Verdes previa para a "corrupção do esporte" uma pena de até cinco anos de reclusão.

Mudança de mentalidade

Deutschland Radsport Doping Radfahrer beim Deutschland-Tour

Governo alemão de olho na Volta da França

Schäuble declarou que o governo alemão ficará bastante atento à edição deste ano da Volta da França, corrida de ciclismo profissional que se inicia no próximo sábado (07/07).

A partir daí, o governo tirará conseqüências para o Mundial de Ciclismo de Estrada, a ser realizado em Stuttgart. "O Mundial de Estrada deverá marcar um novo começo", afirmou Schäuble em alusão aos escândalos recentes.

A aprovação da nova lei também é interpretada como uma reação aos escândalos envolvendo ciclistas profissionais alemães, em maio último, que confessaram ser o doping uma prática comum no ciclismo do país. Temia-se, na ocasião, que o escândalo se espalhasse para outros esportes.

Dagmar Freitag, política do Partido Social Democrata, exige uma mudança completa de mentalidade no esporte. Muitos atletas teriam, agora, que bater recordes e atingir normas de qualificação impossíveis de se alcançar sem doping. Isto levantaria a questão de como se pode redefinir o sucesso esportivo, cobra a deputada do SPD. (ca)

Leia mais