1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Para Japão, jogo contra Austrália tem clima de final

No primeiro jogo pelo Grupo F, do Brasil, enfrentam-se Austrália e Japão. Para o armador japonês Nakamura, a partida pode ser decisiva na briga pela vaga da próxima fase.

default

Zico reclamou do gramado

Considerando o favoritismo do Brasil para a liderança do Grupo F nesta primeira fase da Copa 2006, resta aos três rivais na chave a briga pela segunda vaga às oitavas-de-final. Esta briga começa nesta segunda-feira (12/06) entre a Austrália e o Japão.

Tanto os 'socceroos' como os 'samurais' ainda não conquistaram títulos expressivos no futebol mundial, mas ambas as equipes se destacam pelos atributos de seus técnicos, o holandês Guus Hiddink e o brasileiro Zico. Hiddink passou por grandes clubes do futebol europeu e tem boa experiência em Copas.

Em 2002, levou a Coréia do Sul às semifinais, a mesma fase atingida pela Holanda sob seu comando na França, em 1998. A Austrália vai para a sua segunda Copa do Mundo. Coincidentemente a primeira participação da seleção também foi na Alemanha em 1974. Também os técnicos são estrelas

Comandados pelo brasileiro Zico, os japoneses vão para a sua terceira Copa do Mundo depois de uma classificação sob pressão, mas indiscutível. A seleção foi a primeira a carimbar o passaporte para a Alemanha, em junho de 2005. Zico tem a experiência de três Mundiais como jogador – 1978, 1982 e 1986.

WM 2006 Australien Japan Fan

Torcedores japoneses já fazem a festa

O treinador brasileiro queixou-se da altura da grama do estádio em Kaiserslautern, no sudoeste alemão. Segundo ele, seus jogadores estão acostumados a um gramado mais baixo.

Nos confrontos diretos, a equipe australiana leva vantagem. Ao todo, os times realizaram dez partidas, com o saldo de quatro vitórias australianas e de três japonesas. O último encontro foi em 2001, na Copa das Confederações, quando os japoneses ganharam por 1 a 0.

Tática e desfalques

Para o meio-campista japonês Hidetoshi Nakamura, que havia se queixado da forma descontraída dos treinos para o Mundial, a estratégia a ser adotada na partida é "correr, correr, correr". "Temos de usar nossa velocidade e nos movimentar o tempo todo, para superar a força física dos australianos, que jogam semelhante à Alemanha", disse.

Isso também é reconhecido por Guus Hiddink: "Os japoneses são ágeis. Se lhes dermos espaço, praticamente estaremos cometendo suicídio. Estamos vivenciando o segundo capítulo de uma aventura. Não estamos aqui para nos divertir".

Os dois treinadores têm problemas na escalação. Do lado australiano, o atacante Harry Kewell ainda fica no banco, porque não está completamente recuperado da lesão no músculo adutor direito. Pelo Japão, o lateral Akira Kaji será poupado por causa de uma lesão no tornozelo direito, mas deve estar à disposição na partida contra a Croácia.

AUSTRÁLIA X JAPÃO

Data: 12/06/2006

Local: Fritz-Walter-Stadion, em Kaiserslautern

Horário: 15h (10h de Brasília)

Árbitro: Essam El Fatah (Egito)

Auxiliares: Draman Dante (Mali) e Mamadou Ndoye (Senegal)

Prováveis escalações:

Austrália

Schwarzer - Moore, Neill, Chipperfield - Emerton, Grella, Culina, Sterjovski - Cahill, Bresciano - Viduka.

Técnico: Guss Hiddink

Japão

Kawaguchi - Tsuboi, Miyamoto, Nakazawa - Komano, Nakata, Fukunishi, Alex - Nakamura - Takahara, Yanagisawa

Técnico : Zico

Leia mais