Para Carlos Eduardo, Brasil e Espanha são os favoritos da Copa 2010 | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 03.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Para Carlos Eduardo, Brasil e Espanha são os favoritos da Copa 2010

Em entrevista exclusiva, atacante do Hoffenheim avalia as chances de Brasil e Alemanha na África Sul. Segundo ele, Argentina pode surpreender.

default

Carlos Eduardo no jogo Brasil x Irlanda, em março

DW-World: Quem você acha que será o campeão na África do Sul?

Carlos Eduardo: Espero que o Brasil, lógico. Mas entre os grandes favoritos estão a Espanha, que sabemos que está num momento muito bom; a Inglaterra, que também tem uma excelente equipe, e a Alemanha, que tem um time que luta muito e também sempre chega entre as finalistas.

Quem não está sendo cotado agora e pode surpreender?

A Argentina pode surpreender, como vimos no amistoso contra a Alemanha. É uma equipe muito forte, com jogadores de muita qualidade, e tem o Maradona, que conhece muito de futebol.

Como você acha que será o desempenho do Brasil? Pode avaliar os adversários do grupo?

Trainingscenter vom Fussballclub Hoffenheim in Zuzenhausen

'Brasil tem boas chances'

Tive oportunidade de estar na seleção por três vezes e vi que é um grupo muito unido e que tem grande chance de conseguir o título. Mas vemos também que os países estão evoluindo muito seu futebol e fica cada vez mais difícil. Alemanha, Espanha, França, também a Argentina são adversários muito fortes para o Brasil.

Quais as chances dos latino-americanos na Copa?

Creio que o Brasil e a Argentina são grandes favoritos, os demais têm poucas chances porque muitos jogadores do Brasil e da Argentina jogam na Europa, o que ajuda bastante.

Como vai se sair a Alemanha de Löw?

A Alemanha, como todos sabem, está sempre brigando pelo título. A equipe é muito boa. Eu que vivo aqui e jogo na Bundesliga sei que o futebol de cá é muito difícil. Por isso a Alemanha tem grandes chances, porque tem boa técnica e melhorou muito nos últimos anos. E luta muito.

Autora: Roselaine Wandscheer

Revisão: Simone Lopes

Leia mais