1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Papa visita Alemanha para encontro com jovens

Na primeira viagem de seu pontificado ao exterior, Bento 16 é recebido em Colônia por milhares de jovens de todo o mundo. Visita estende-se até domingo, quando missa campal encerra Jornada Mundial da Juventude.

default

Bento 16 foi recebido pelo presidente, Horst Köhler

Durante os quatro dias da visita do papa a Colônia, nesta que é a primeira viagem de seu pontificado ao exterior, Bento 16 se reunirá várias vezes com os jovens, almoçará com um grupo deles e realizará a tradicional vigília noturna do sábado antes da missa final do encontro, momento culminante em que escutará as preocupações e os projetos dos jovens. O papa visitará ainda a sinagoga local, realizará uma excursão pelo Reno, se reunirá com o presidente da Alemanha, e manterá um encontro ecumênico e com os muçulmanos.

Papst Benedikt XVI am Flughafen Weltjugendtag in Köln 2005

O desembarque em solo alemão, com as bandeiras da Alemanha e do Vaticano no avião da Alitália

Joseph Ratzinger, 78 anos, confessou recentemente que nunca se atreveria a escolher seu país para um evento com estas características, mas, "já que Deus o quis assim", está muito feliz por poder se reunir com milhares de jovens de todo o mundo em Colônia. A decisão de celebrar a 20ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ) na Alemanha obedece a um desejo do falecido João Paulo 2º. O tema do evento neste ano é "Viemos para adorá-lo".

Da Alemanha, um sinal de esperança

Em 1997, durante o encontro de Paris, Karol Wojtyla disse ao cardeal alemão Joachim Meisner, arcebispo de Colônia, ser oportuno que uma das primeiras jornadas de jovens do terceiro milênio fosse realizada em Colônia, pois, segundo ele, na Alemanha no século 20, surgiram graves catástrofes para a humanidade e "é lindo que no século 21 chegue da Alemanha um sinal de esperança". O anúncio de Colônia como sede do evento foi feito pelo próprio João Paulo 2º em julho do 2002 em Toronto, Canadá, ao término da 17ª jornada mundial de jovens.

Weltjugendtag - Ankunft Papst Benedikt XVI.

Bento 16 aperta as mãos de jovens que o receberam no aeroporto

No ano passado, João Paulo 2º publicou uma mensagem que tinha como motivo o encontro alemão o onde pedia aos jovens que rejeitassem a sedução procedente do dinheiro, o consumismo e a violência que às vezes exercem os meios de comunicação. O então papa pediu aos jovens para não acreditar em ilusões e em modas efêmeras que muitas vezes deixam um trágico vazio espiritual e também chamou a atenção para a tendência de se aproximar de movimentos religiosos que não têm nada a ver com o Cristianismo.

A Jornada Mundial da Juventude foi criada em 1984 quando, após a conclusão do Ano Santo da Redenção, João Paulo 2º entregou uma cruz de madeira de quatro metros de altura a jovens, convidando-os para levá-la por todo o mundo. Desde então, as edições internacionais das jornadas foram realizadas em Roma (1985), Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (Espanha), em 1989; Czestochowa (Polônia), em 1991; Denver (Colorado, Estados Unidos), 1993; Manila, em 1995, Paris em 1997; novamente em Roma durante o Jubileu 2000 e em Toronto em 2002.

Leia mais