1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Papa ora por vítimas de ataque em Paris

Francisco lamenta crueldade de autores do atentado ao semanário "Charlie Hebdo" e diz esperar que Deus "mude seus corações". No Twitter, pede orações pelos 12 mortos.

O papa Francisco orou nesta quinta-feira (08/01) pelas vítimas do atentado ao semanário francês Charlie Hebdo, durante a tradicional missa da manhã na Capela Santa Marta, no Vaticano.

Francisco também lamentou a crueldade humana. "O homem é capaz de tanta crueldade", disse o papa, antes de pedir uma oração pelas vítimas do ataque.

"O ataque de ontem nos faz pensar sobre tanta crueldade, crueldade humana, sobre tanto terrorismo, terrorismo isolado e de Estado", disse Francisco. Ele também disse pedir "por aqueles que são cruéis, para que o Senhor mude seus corações".

Em sua conta no Twitter, Francisco postou o hashtag #PrayersForParis (orações por Paris).

O pontífice também enviou um telegrama de condolências ao líder da Igreja Católica na França – o arcebispo de Paris, cardeal André Vingt-Trois –, condenando a violência e expressando sua solidariedade com o povo francês.

Na quarta-feira, Francisco expressou uma "firme condenação pelo horrível atentado que semeou morte", unindo-se à consternação da sociedade francesa. Por meio de um comunicado, o Vaticano informou que o papa rezava "pelo sofrimento dos feridos" e pelas famílias dos 12 mortos.

Francisco manifestou-se também contra a "difusão do ódio e qualquer forma de violência física e moral" que possam destruir a vida, violar a dignidade, atingindo radicalmente a convivência pacífica entre as pessoas e os povos.

O Vaticano tem procurado melhorar as relações com o islã, que ficaram tensas nos primeiros tempos do papa Bento 16. Francisco tem um longo histórico de promoção do diálogo inter-religioso.

LPF/ap/dpa/lusa

Leia mais