1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Palestino mata um e fere nove em ataque com faca em Tel Aviv

Americano morre em ataque ocorrido em região turística da cidade israelense. Agressor é morto a tiros pela polícia. Outros três atentados ocorrem em Israel no dia da visita de vice-presidente dos EUA.

default

Ataque ocorreu na região turística de Jaffa

Ao menos uma pessoa morreu e outras nove ficaram feridas nesta terça-feira (08/03) após serem esfaqueadas por um palestino em Tel Aviv, em Israel.

De acordo com autoridades, o ataque ocorreu na região turística de Jafa, perto do local onde o vice-presidente americano, Joe Biden, participava de um encontro com o ex-presidente israelense Shimon Peres.

"Um terrorista, um residente ilegal que veio de algum lugar dos territórios palestinos para Jaffa e, correndo ao longo do calçadão, esfaqueou pessoas indiscriminadamente", disse o prefeito de Tel Aviv, Ron Huldai, à emissora de rádio do Exército de Israel.

Segundo Huldai, após o ataque, o palestino foi morto a tiros por policiais. A vítima que morreu no atentado foi identificada como sendo um turista americano.

"Ouvi dois homens gritando que havia um ataque. Corri na direção oposta, para um homem que estava no chão cheio de sangue, e o cobri com uma jaqueta. Ele estava gravemente ferido e esperamos juntos pela ambulância", contou uma testemunha.

Outros três ataques cometidos por palestinos foram registrados em Israel nesta terça-feira. Em Jerusalém, um palestino abriu fogo contra policiais numa rua movimentada, ferindo duas pessoas, antes de ser morto a tiros. Na mesma cidade, uma palestina de 50 anos foi morta ao tentar esfaquear policiais.

O outro ataque ocorreu num subúrbio de Tel Aviv. Um palestino entrou numa loja e esfaqueou um israelense. O proprietário da loja e o ferido entraram em confronto com o agressor, que acbou sendo ferido com a própria faca e morreu em consequência dos ferimentos.

Desde outubro, ataques palestinos mataram 28 israelenses e dois americanos. No mesmo período, ao menos 177 palestinos foram mortos, e autoridades israelenses afirmam que 119 deles eram agressores. A maioria dos demais foi morta a tiros durante protestos violentos.

Biden está em Israel para uma visita de dois dias que começou nesta terça-feira. A programação da viagem inclui ainda reuniões com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas.

CN/rtr/lusa/afp/ap

Leia mais